Após goleada, jogadores mostram confiança para a final do Nordestão

FOTO: MARGARIDA NEIDE | AG. A TARDE
Bruno Queiroz (bruno.queiroz@redebahia.com.br)
Se o atual momento definir o campeão da Copa do Nordeste, o torcedor do Bahia já pode comemorar o tri. Enquanto o tricolor vai para Recife cheio de moral após os 6x2 sobre o Atlético Paranaense, o Sport terá que juntar os cacos para se recuperar da goleada sofrida para a Ponte Preta, em Campinas, por 4x0. Confiantes, os jogadores exaltaram a atuação da equipe na Fonte Nova. 
"Acho que dá moral para nossa equipe. A gente sabe que contra o Sport é uma final e nossa equipe vai se preparar muito para chegar em Recife e fazer um grande jogo", afirmou o meia Zé Rafael, autor de um belo gol diante do Atlético-PR.
O capitão Tiago, autor do gol de empate quando o Bahia perdia por 1x0, falou sobre a importância do triunfo. "Foi bom, a gente saiu perdendo o jogo, pude fazer um gol para acalmar os ânimos de todo mundo. Nos dá confiança, né? A gente saiu dos Ba-Vis fortalecidos e é com esse espírito que temos que entrar em campo", disse, se referindo ao jogo de quarta-feira (17), contra o Sport, o primeiro da final do Nordestão. 
FOTO: MARGARIDA NEIDE | AG. A TARDE
Para frear um pouco a empolgação dos seus comandados, Guto Ferreira adotou um discurso mais comedido, apesar de ter ficado satisfeito com a atuação da equipe. "O torcedor tem mais é que comemorar, nós não. É pezinho no chão, recuperar os jogadores. Temos três baixas para quarta-feira, que é um jogo de suma importância para nós. Outra coisa boa é que os jogadores que entraram conseguiram manter a qualidade da equipe, que é o que te dá mais opções e confiança daqui pra frente", analisou o treinador. 

O Bahia não terá Armero, Edson nem Régis na Ilha do Retiro, todos suspensos. O jogo de volta da final será dia 24, na Fonte Nova.
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO