Mulher manda matar amiga por suspeitar que ela fez trabalho para separá-la do marido


Fonte: Correio 24h

A dona de casa Fernanda dos Santos Alves, 37 anos, foi presa suspeita de mandar matar a própria amiga, Jumaria dos Santos Barbosa, 41. A vítima foi assassinada a tiros dentro de uma academia, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. O crime aconteceu em abril deste ano. Segundo a polícia, Fernanda acreditava que Jumaria fez um 'trabalho espiritual' para separá-la do marido, e pagou R$ 500 para matar a amiga. Ela foi apresentada nesta segunda-feira (7), na sede da Polícia Civil, em Salvador. 
O titular da 23ª Delegacia (Lauro de Freitas), Joelson Reis, contou que tudo começou em outubro do ano passado, quando as duas mulheres se conheceram no aniversário de uma amiga que tinham em comum. Fernanda soube que Jumaria lia tarô e fazia trabalhos espirituais e resolveu fazer uma consulta com a amiga. O objetivo dela era tentar se reaproximar do marido.
(Foto: Divulgação/ PC)
"Ela foi casada por mais de 15 anos, mas tinha se separado do marido no ano passado. Eles se separam, mas ainda tinha muitas recaídas. Os dois tem dois filhos, de 13 e sete anos. Ele foi morar em São Paulo, mas ela viajava para vê-lo e quando ele vinha para Salvador os dois ainda se encontravam", contou o delegado.

No começo de 2017, depois de fazer o trabalho com Jumaria, Fernanda foi para São Paulo ver o ex-marido, mas o encontro foi conturbado. Ela contou para a polícia, que eles brigaram e quando que voltou para Salvador soube, através de outra amiga, que Jumaria teria feito o trabalho às avessas, ou seja, para separá-la do marido.
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO