Pindobaçu: Padrasto é preso suspeito de estuprar enteada de 12 anos e a ameaçar de morte para não denunciar caso

Imagem ilustrativa

Fonte: G1/BA

Um lavrador de 31 anos foi preso suspeito de estuprar a própria enteada, de 12 anos, no município de Pindobaçu, na região norte da Bahia, nesta segunda-feira (14).
 O suspeito, Josenilton de Jesus Tomaz, estava com mandado de prisão em aberto por estupro de vulnerável e foi localizado por policiais da 19ª Coordenadoria Regional de Policia do Interior (Coorpin).
Segundo a delegada Magda Roberta Soares, que investiga o caso, a criança era violentada pelo padrasto desde os 11 anos. Conforme a investigação, a menina sofria ameaças de morte para que não denunciasse o fato para alguém.
O caso foi descoberto após uma denúncia anônima encaminhada à delegada, que iniciou as investigações e confirmou os abusos.
Desconfiado de que estaria sendo investigado, o autor do crime fugiu para o município de Mirangaba, a cerca de 369 quilômetros de Salvador, onde foi localizado e preso por policiais da 19ª Coordenadoria Regional de Policia do Interior (Coorpin/Senhor do Bonfim).

A polícia informou que o padrasto está custodiado na Delegacia de Pindobaçu e deverá ser enviado nos próximos dias para Complexo de Senhor do Bonfim, onde permanecerá à disposição da Justiça.
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO