Rui autoriza construção de duas adutoras partindo da barragem de Ponto Novo


Fonte: Secom/BA


Diante das constantes crises no abastecimento de água na região do Alto Itapicuru, em decorrência da pior seca que acometeu a Bahia nos últimos 100 anos, o governador Rui Costa, autorizou a Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), por intermédio de suas vinculadas (Cerb e Embasa), a implantação de duas novas adutoras na região do Alto do Itapicuru, partindo da barragem de Ponto Novo. A obra inicialmente deve beneficiar 236 mil pessoas, mas com todo sistema interligado um total de 500 mil pessoas será contemplado. Os recursos da ordem de R$ 33,5 milhões. A primeira adutora, conforme explica o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, terá um total de 36 km de extensão, em um diâmetro de 150 mm e uma vazão de 12 litros por segundo e será implantada pela Cerb. “O objetivo do governo do estado é atender em seu percurso povoados localizados em ambas as margens do rio Itapicuru, a jusante da cidade de Ponto Novo até a localidade de Espanta Gado, contemplando comunidades dos municípios de Ponto Novo, Filadélfia, Itiúba e Queimadas”, frisa. A obra deve beneficiar um total de seis mil pessoas, com orçamento de R$ 6 milhões. A segunda, complementa Peixoto, será em um trecho de 42 km, partindo da barragem de Ponto Novo e interligada à adutora de Pedras Altas/Capim Grosso, dando suporte hídrico ao abastecimento de água dos 22 municípios atendidos pelo complexo do sistema do sisal, com um total de 230 mil pessoas. A vazão prevista é de 250 litros por segundo com um diâmetro de 500 mm e um investimento de R$ 27,5 milhões.
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO