Pacientes dormem em fila para marcar consultas em Ponto Novo

Foto: Reprodução/Facebook

Como já noticiado (veja aqui) pacientes têm encontrado dificuldades para marcar consultas na Central de Marcação de Ponto Novo. Os próprios pacientes se organizam na fila com colchões e cadeiras. Um vídeo, que circula nas redes sociais mostra pacientes tendo que esperar de um dia para o outro na porta da central de marcação. A Secretaria Municipal de Saúde de Ponto Novo emitiu nota. Confira na íntegra abaixo.
“A Prefeitura Municipal de Ponto Novo, através da Secretaria de Saúde esclarece que os atendimentos para marcação de exames e consultas pela Central de Marcação de Exames e Consultas são realizados todos os dias a partir das 8h da manhã.

A Secretaria deixa claro que os exames seguem um cronograma predefinido que sempre está disponível nas unidades de saúde, hospital e Central de Marcação de Exames para que todos tenham conhecimento dos exames e procedimentos disponibilizados para marcação.

De acordo com a Secretária de Saúde – Marcela Silva, geralmente os pacientes que vão para a fila de marcação, são pacientes eletivos, ou seja, pacientes que não são de urgência e emergência. Nos casos de urgência e emergência os encaminhamentos são realizados pelo próprio médico ou enfermeiro das Unidades de Saúde, que podem realizar o atendimento no hospital municipal ou direcionar para outros municípios conforme a necessidade.

Não existe a necessidade de “dormir na fila”. A Secretaria disponibiliza todos os meses exames de Ultrassonografia, Raios-X, Eletrocardiograma, laboratoriais e consulta com Dermatologista, Ginecologista, Pediatra, Nutricionista, Ortopedista. Em alguns casos, as consultas são agendadas para o mês subseqüente de acordo com a data fornecida pelo médico. “Todas as pessoas que estão na fila conseguiram o atendimento e marcar os seus exames “ressaltou a Secretária.

A Secretaria está sempre buscando reorganizar as metodologias e cronogramas de atendimentos dos pacientes do município no intuito de melhor atender a todos e garantir aos cidadãos e cidadãs o direito à saúde.”
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO