Após ver WhatsApp da esposa, marido atira contra ela e destrói casa com caminhão

Istock/ Imagem Ilustrativa

Fonte: Metrópoles

Um homem de 34 anos está foragido após cometer uma série de crimes contra a própria família no último domingo (31/12) em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba (PR).
O acusado teria visto mensagens que a esposa havia recebido pelo aplicativo WhatsApp. Com ciúmes, ele invadiu a própria casa e de dois vizinhos com um caminhão, atirou contra a mulher e ainda atropelou uma parente de 67 anos, causando uma fratura em uma das pernas. Informações dão conta que o suspeito não permitia que a vítima saísse de casa e, por ela ter ido a funeral, a confusão teria começado.
Segundo o portal Banda B, o homem, que é caminhoneiro, usou um revólver calibre .38 para disparar contra a companheira. “Ele teria atirado cinco vezes, mas apenas um desses disparos a atingiu na perna, na coxa. Ele tentou levar a esposa como refém, dizendo que ia matá-la. Mas no momento em que eles entraram no caminhão, o irmão dele chegou e pediu para ele a deixasse, tentando salvar a cunhada ”, detalhou o guarda municipal Jacomel.
Familiares afirmaram que o motorista começou a dormir com a arma de fogo debaixo do travesseiro para intimidar a esposa. O casal tem dois filhos, de 12 e 3 anos. “Sempre anda armado, é uma com numeração raspada que ele comprou, tem passagem pela polícia, só dá dor de cabeça para todos. Isso tudo, na verdade, começou quando ele proibiu ela de ir a funeral por ciúmes. Ela foi porque era uma pessoa próxima e quando ele descobriu fez tudo isso”, afirmou um parente.

As vítimas foram socorridas por uma ambulância do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) e encaminhadas ao Hospital São José.
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO