Estudo revela: remédios para sono e ansiedade matam

Istok

Sabrina Mundim/Metrópoles

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e cientistas da Universidade da Colúmbia Britânica alertaram: remédios para sono e ansiedade causam abstinência e dependência. Mas, agora, duas pesquisas, publicadas no American Journal of Public Health, atentam para uma consequência ainda mais grave do uso indiscriminado desses medicamentos.

Segundo os estudos, tomar, sem controle, Rivotril, Xanax, Ativan e Valium causam risco de morte. Para chegar ao resultado, durante cinco anos e meio, foram entrevistados, semestralmente, 2.802 usuários de remédios que continham o composto benzodiazepina.




Os pesquisadores observaram que a taxa de mortalidade permaneceu alta entre os usuários de medicamentos com a substância, mesmo depois de isolar outros fatores, como o uso de drogas ilegais e comportamentos de alto risco. Ao final do estudo, 18,8% do grupo morreu.
A Organização Mundial da Saúde alerta que o benzodiazepina só deve ser prescrito para tratar ansiedade ou insônia grave que cause angústia extrema. Como o composto causa dependência e síndrome de abstinência, ele deve ser usado em pequena dose e no menor tempo possível.

Trago esse alerta com a intenção de dizer: remédios nem sempre curam o problema. Procure entender qual é a causa da tristeza, da ansiedade ou da falta de sono. Busque alternativas que te ajudem de verdade, sem colocar em risco a sua saúde.




E fica a dica: busque um estilo de vida saudável, pratique exercício físico e mantenha uma alimentação equilibrada. Sem dúvida, você irá eliminar e prevenir muito os problemas. Profissionais qualificados podem te ajudar a encontrar uma alternativa.
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO