A exatamente um ano, a irrigação do Distrito de Irrigação de Ponto Novo era suspensa pelo Governo do Estado

Foto: Donato Costa/Web Interativa


Redação: Donato Costa/Web Interativa
contatowebinterativa@gmail.com


O dia 21 de fevereiro de 2017, ficou e ficará marcado na história da cidade de Ponto Novo e toda região, pois a exatamente um ano a irrigação do Distrito de Irrigação era suspensa pelo Governo do Estado.

Criado no ano de 2000, após inauguração da barragem, essa não é a primeira vez que o projeto sofre uma crise. No fim de 2012 e início de 2013, após um grande período de estiagem que assolou nossa região, chegou-se a programar a paralisação do projeto. Desta vez, o motivo foi a crise financeira no Brasil e os cortes de verbas do Governo Estadual.

O prejuízo dos produtores chega a 100% em todas produções, além do desemprego, populares são obrigados a deixar a cidade em busca de melhores condições, as famílias de alguns agricultores já passam dificuldades para garantir a própria alimentação.

A empresa Sítio Barreiras demitiu todos funcionários e fechou suas unidades, a mesma também foi ocupada pelos Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e ao Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA).

A maioria dos agricultores demonstram muita esperança da volta da irrigação já que o governador se comprometeu reativar o projeto, como também as chuvas que caíram na nossa região aumentando acúmulo de água nas barragens da região, alguns até já preparam suas terras arando e gradeando.

Questionado pelos repórteres da Web Interativa sobre o Distrito em visita na cidade de Ponto Novo, o secretário de agricultura do estado da Bahia, Vitor Bonfim afirmou que investimentos estão sendo feitos na agricultura, citando uma modernização do sistema de irrigação, onde será possível produzir em grande quantidade, consumindo menos água.

O secretário municipal de agricultura de Ponto Novo Eleison Gama assumiu a gerência do Distrito de Irrigação segundo o mesmo entrevista na sua visão, "A maior dificuldade será a falta de esperança de algumas pessoas, porque as pessoas sofreram muito, pois a maioria delas estavam irrigando há 16 anos e nunca tinham passado por esse processo doloroso de ver faltar água no canal, tenho mais um desafio gigante de motivar essas pessoas voltar a irrigar, por isso eu posso garantir aqui para vocês e o público ouvinte que o projeto de Irrigação vai voltar".

A tão divulgada é sonhada ampliação da barragem pelos fusegate está pronta e isto aumentou a capacidade de armazenando de água na barragem, está obra foi financiada pelo FIDA - Fundo Internacional do Desenvolvimento da Agricultura, através do programa pró-semiárido que financia apenas atividades voltadas para o fomento da produção, não financiando obra para abastecimento humano.

Pequenos agricultores estão animados e apreensivos já que "A esperança é última que morre".

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO