Ponto Novo: Aniversário de 29 Anos Emancipação Política do município foi comemorado neste sábado (24)



O Município de Ponto Novo completou 29 Anos de sua Emancipação Política neste sábado, dia 24 de fevereiro. A Prefeitura Municipal de Ponto Novo realizou Ato Cívico em comemoração ao aniversário da cidade com hasteamento de bandeiras e apresentações da Filarmônica e Coral Infantil 04 de janeiro do município de Itiúba e do Clube dos Desbravadores da Igreja Adventista de Ponto Novo.

A Cerimônia contou com a presença do Prefeito Tiago Venâncio, a vice-prefeita Simone Silva, Ex-Prefeitos – Deto Venâncio, Marcos Silva e Anderson Luz, Secretários de gestão, vereadores Joelma, Michel, Arnóbio Apolinário, Lé do Bode, Robertinho, Reinaldo e sociedade em geral.


Durante o ato solene, o Prefeito Tiago Venâncio destacou as ações realizadas pela sua gestão que completa hoje aproximadamente um ano e dois meses, destacando investimentos realizados na pavimentação de nove ruas nos bairros Populares e Quintino Maciel, a construção de duas praças no Bairro Quintino Maciel como também diversas outras obras e investimentos na saúde, educação, transportes, segurança, assistência social, agricultura, esportes e infraestrutura e também investimentos já realizados neste ano de 2018 e futuros como a construção de um colégio com 12 salas, que aguarda apenas fechamento do convênio, pavimentação de ruas em Nova Represa e Barracas e muitas outras obras e ações que estão por vir, salientando que é seu compromisso trabalhar por Ponto Novo e garantir que o município tenha progresso e desenvolvimento. Na oportunidade, o Prefeito parabenizou o município pelo seu 29º Aniversário e convidou a população para repartir o bolo em homenagem ao aniversário da cidade.


 O município de Ponto Novo surgiu na margem direita do Rio Itapicuru-Açu, na extremidade norte do então Município de Saúde, região de Jacobina, por volta do início de 1946. Nasceu com o advento da construção de uma ponte sobre o Rio Itapicurú, na estrada que ligaria Feira de Santana a Juazeiro, ambos na Bahia. O povoado foi iniciado em terras da Fazenda Capim Grosso, de propriedade dos Senhores Agnelo Pereira do Amaral e Leovigildo Ferreira da Silva.

O nome de Ponto Novo foi uma idéia dos operários da construção da ponte que, após a sua conclusão, queriam que o lugarejo fosse chamado de Ponte Nova, homenagem justa, feita à nova construção. Outros alegando existir outro lugar com o mesmo nome opinaram por Ponto Novo, visto que se tratava realmente de um “ponto” novo na região.



A sua emancipação política se deu no dia 24 de fevereiro do ano de 1989, quando por meio da Lei Estadual nº 4.837, de 24 de fevereiro de 1989 desmembrou-se do município de Caldeirão Grande, do qual era Distrito, constituindo-se município.

Assessoria de Comunicação
Prefeitura Municipal de Ponto Novo - BA



Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO