PRF na Bahia registra redução de 60% no número de óbitos nas rodovias federais



A Superintendência de Polícia Rodoviária Federal na Bahia finalizou às 23h59 de ontem (14/02) a Operação Carnaval 2018. Desenvolvida com ações educativas, concomitantemente às ações tradicionais de fiscalização de trânsito e combate à criminalidade, a PRF na Bahia obteve resultados bastante significativos, com redução no número de acidentes, feridos e mortos nas rodovias federais que cortam o estado, resultado de todo o esforço empregado.

Durante a Operação foram registrados 73 acidentes, que deixaram 79 feridos e 6 mortos. O que representa uma redução de 25% na quantidade de acidentes, diminuição de 34% em quantidade de feridos e queda de 60% em vítimas fatais nas rodovias federais que cortam a Bahia.

Educação para o trânsito

Foi intensificado o trabalho educativo através do Cinema Rodoviário, inclusive com reforço de policiais, com o objetivo de conscientizar os condutores sobre a sua responsabilidade para um trânsito seguro. As palestras e vídeos educativos conseguiram alcançar 4.738 pessoas, que foram orientadas a terem uma postura defensiva em relação ao trânsito, principalmente quanto à direção segura, enfatizando os riscos do excesso de velocidade, da alcoolemia ao volante, das ultrapassagens proibidas e do comportamento imprudente de alguns motociclistas.

A Operação transcorreu em todo o estado com reforço de policiais, além de diversas equipes de Operações Especiais em motopoliciamento que desenvolveram ações de fiscalização e de combate à criminalidade. Mesmo assim, a imprudência, a inabilidade, a falta de cuidado e o desrespeito às Leis de Trânsito dos condutores foram determinantes para a maioria dos acidentes graves.

Apesar de todo o trabalho educativo, a PRF ainda flagrou e autuou diversos condutores irresponsáveis ou agindo com imprudência nas rodovias federais do estado. Do total de 8.712 veículos fiscalizados, 9.623 pessoas foram abordadas, sendo extraídas 1.678 autuações por ultrapassagens proibidas, manobras responsáveis pelo maior número de mortes em rodovias. Além de 6.864 imagens de radar capturadas por veículos em excesso de velocidade, o que se comparado a 2017 representou um aumento de 18% de motoristas flagrados conduzindo abusando da velocidade.

Destacam-se ainda 326 por não usar cinto de segurança, 75 por transportar criança em veículo automotor sem observância das normas de segurança e 49 por conduzir motocicleta, motoneta ou ciclomotor sem usar capacete de segurança.

Durante as abordagens policiais um total de 57 pessoas foram encaminhadas às Delegacias de Polícia Judiciária, cujos crimes variaram desde mandado de prisão em aberto, posse de veículos roubados, embriaguez, armas, drogas etc.

PRF X Embriaguez no Trânsito

Pelas características do período de carnaval foi intensificada a fiscalização de combate à embriaguez ao volante, onde 6.042 motoristas foram submetidos aos testes com etilômetro e 234 foram flagrados dirigindo após consumir bebida alcoólica. Comparando-se com o carnaval de 2017 houve um aumento de 43%, tendo em vista que no ano anterior foram 164 autuados quanto à alcoolemia, infração gravíssima, com multa de R$ 2.934,70.

NUCOM PRF

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO