Vendedor de picolés inova e chama a atenção onde passa, em Ponto Novo

Foto: Luis Ferreira/Web Interativa

Redação: Donato Costa/Web Interativa
contatowebinterativa@gmail.com


Em tempos de estratégia comercial voltada para a internet e para as redes sociais, há ainda quem ganhe a venda no grito. Os feirantes, vendedores ambulantes, um universo grande de trabalhadores que utiliza o gogó como sua principal arma para vender.

Marco Antônio conhecido popularmente por Marquinhos é um deles, ele trabalha vendendo picolés e produtos artesanais que ele mesmo faz, como tornozeleiras, pulseiras, e com seu grito "Picolé, sorvete e mini-pizza, Uouou!" além do seu bom humor e jeito irreverente ele conquista os clientes pelas ruas da cidade de Ponto Novo.

"Não foi uma ideia criada, uma idéia que planejei simplesmente eu saía na cidade pra vender e as crianças não sabia pronunciar direito é aí eu entrei na resenha da gurizada", Falou Marquinhos sobre como começou a vender assim.

Marco Antônio nasceu em Salvador, por ter se afastado da sua família na sua adolescência saiu viajando por cidades vivendo de artesão, passando muito tempo nas BR's e ruas até chegar na cidade de Ponto Novo e por falta de emprego na cidade o mesmo decidiu vender picolés e mini-pizzas para sobreviver.

Questionando pelo repórter Donato Costa qual o seu maior sonho Marquinhos respondeu: " Eu sou feliz graças a Deus, o pouco que eu tenho pode ser pra pouco pra muita gente, mais eu sou feliz, porque a felicidade não vem daquilo que você consegue ajuntar, mais sim do que você é, mas se tivesse um sonho eu queria ter uma casa um lar, uma família, nada muito grande imaginário bastava isso pra mim ser feliz".

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO