Ator é achado morto após acusações de abusar de estudantes

Foto: Divulgação
Redação: iBahia


O ator sul-coreano Jo Min-ki, acusado de assediar oito estudantes, foi encontrado morto em seu apartamento em Seul nesta sexta-feira (9). A morte aconteceu poucas horas depois do anúncio da ministra da Coreia do Sul, Chung Hyun-back, que afirmou que as penas por abuso e assédio sexual cometidos no ambiente de trabalho se tornariam mais rígidas. Segundo a BBC, a suspeita é que ele tenha cometido suicídio.

Jo Min-ki, de 52 anos, foi acusado de assediar sexualmente e estuprar estudantes da Universidade de Cheongju, onde dava aula nos últimos anos. Ele foi afastado do cargo de professor após as acusações. Inicialmente, ele havia negado os assédios, mas emitiu um comunicado no dia 27 de fevereiro pedindo desculpas às vítimas.

"Tudo é minha culpa e eu sou o único culpado. Eu peço desculpas para todas as vítimas pela dor que causei e a partir de hoje irei enfrentar as consequências legais e sociais dos meus erros", disse Jo Min-ki, que atuava em programas de TV sul-coreanos. O movimento #MeToo incentiva mulheres a denunciarem casos de violência física ou sexual.

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO