Ponto Novo: Bastidores esquentam e mais polêmicas podem ser protagonizadas por vereadores

Foto: Felipe Fister/Web Interativa

Por: Donato Costa/Web Interativa

contatowebinterativa@gmail.com


A próxima semana começa com os olhos voltados para o legislativo de Ponto Novo, que teve sessão cancelada por falta de quórum na última reunião. Isto aconteceu no mesmo dia da extinção de mandato do vereador Michel Jonathan, o que deu início a articulações, reuniões e polêmicas nos bastidores.
O vereador Michel Jonathan, entrou com mandado de segurança contra a extinção de seu mandato, na segunda-feira (19) horas depois da publicação da decisão da mesa diretora no Diário Oficial da Câmara Municipal, com isto, o presidente da Casa, Junior do Roque, tem o prazo de dez dias para prestar informações à justiça do motivo da extinção do mandato do edil, prazo que se encerra na próxima semana.
Neste ano, as sessões estão sendo marcadas por embates entre a bancada de situação composta por sete vereadores, sendo eles: Reinaldo Silva (PDT) Maria Gama (PRB) Arnóbio Apolunário (PSB) Joelma de Oliveira (PSL) Elenildo Lima (PDT) Antônio Pereira (PSD) e Manoel Roberto (PSD) e a bancada de oposição, que conta com quatro vereadores, sendo eles: José Guirra (PSD) Nel Maia (PP), Junior do Roque (PCdoB) e Arnobio Carneiro (PT).
Devido às polêmicas dos últimos dias, vereadores abandonaram o plenário durante sessão ordinária (relembre aqui) e boicotaram duas sessões nesta semana, a ordinária, realizada na última segunda-feira e a solene, realizada na terça-feira, onde Arnóbio Carneiro foi empossado.
Por outro lado, a participação popular para acompanhar os trabalhos do Legislativo no plenário ao contrário de antes começa a ser mais expressiva.
Já os bastidores continuam agitados e turbulentos, e pelo visto, mais capítulos virão nesta história que parece longe de um fim.
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO