Mulher aceita dividir marido com 30 mulheres e diz: 'melhor que amante'

Reprodução/Instagram(Candy Shop Mansion)


Agência O Globo

Travers Beynon, magnata do tabaco e mais conhecido como Candyman, costuma dar festas em sua mansão na Califórnia (EUA) que são conhecidas pelos excessos e pela sensualidade. Tudo com a aprovação da sua esposa, Taesha, de 27 anos.
A mulher do playboy de 46 anos disse em entrevista publicada pelo "Daily Mail" que não se importa que Travers tenha mais de 30 mulheres numa só noite. Pelo contrário, ela diz adorar essa aventura.

Na verdade, o magnata tem duas "namoradas" oficiais: Nisha, de 22 anos, e Krystal, de 21. Elas também não se importam de dividi-lo com outras mulheres. Travers concorda que o casamento foge aos padrões convencionais, mas ressalta que ele só é possível porque Taesha e as duas "namoradas" curtem esse estilo de vida.

"Beijei meninas quando era jovem e sempre fui muito curiosa. Eu também gosto de garotas. Não tenho tempo para ciúme", afirmou a Senhora Candyman. "Trav e eu temos um casamento muito sólido", acrescentou.

A filosofia de Travers é polêmica, mas simples: "Ter várias mulheres é menos imoral do que ter uma amante".

"Quantas pessoas em um casamento monogâmico são realmente felizes?", provocou.

Agora, o magnata está em processo para escolher mais duas "namoradas" oficiais. As candidatas são muitas.

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO