PRF desmente boato sobre morte durante manifestação de caminhoneiros


A Tarde
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) desmentiu nesta terça-feira, 29, as informações que circularam no WhatsApp sobre a suposta morte de um homem durante uma ação de desbloqueio de rodovia devido à paralisação dos caminhoneiros. 
O boato difundido pelas redes sociais mostra duas imagens de um corpo e um áudio explicando como teria ocorrido a morte, supostamente em uma ação da PRF.
Em nota, a polícia esclarece que o jovem que aparece nas fotos foi vítima de um homicídio na cidade de Capim Grosso, que não teve relação com a mobilização dos caminhoneiros. 
"A Polícia Rodoviária Federal esclarece que, durante o presente movimento, não houve registro de nenhuma morte nessas manifestações dos caminhoneiros. Continuaremos acompanhando as manifestações, coibindo eventuais excessos, buscando a ordem pública e a segurança da população", completa a nota.
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO