Filadélfia: insatisfeito com as cobranças do Sindicato, prefeito Louro Maia, pelo segundo mês consecutivo, cancela o desconto da mensalidade em folha de pagamento dos servidores filiados ao SISEF

Foto: Reprodução/Romilson Almeida


Como acontece usualmente em todos os setores, os sindicalizados ou filiados a sindicato que representa a sua categoria, autorizam o desconta da contribuição mensal (valor deliberado em assembleia), que é efetuado na folha de pagamento e repassado ao sindicato para custeios das despesas mensais do sindicato.
Em Filadélfia, essa pratica legal e constitucional vinha acontecendo desde 2007 (11 anos), ou seja, desde 2007 a prefeitura desconta o valor da mensalidade na folha de pagamento dos filiados ao Sisef e repassa para a conta corrente do Sisef-BA.
Acontece que em Maio de 2018, o prefeito Louro Maia, de forma autoritária, insatisfeito com a atuação do Sindicato, porque vem cobrando vários direitos dos servidores conquistados em gestões anteriores e negados pela atual gestão, sem nenhuma motivação, a não ser tentar inviabilizar o trabalho do Sindicato, o prefeito  suspendeu o desconto em folha de pagamento, deixando assim o sindicato sem receber as contribuições referentes ao mês de Maio de 2018.
No inicio do mês de junho, em reunião com a diretoria do Sisef, o prefeito solicitou que o sindicato enviasse novamente as autorizações individuais de cada filiado, e assim retornaria o desconto, inclusive do mês de Maio.
Em ato continuo o Sisef encaminhou toda a documentação solicitada pelo prefeito, e para surpresa, mais uma vez no mês de junho o prefeito não autorizou o setor de RH proceder com o desconto, ficando claro e evidente que o único motivo é persegui, e dificultar o trabalho do sindicato. Com esse ato e outros o prefeito, Louro Maia, vem mostrando que a sua administração é autoritária e castiga aqueles que não comungam com as suas ideias, ou daqueles que não se calam.

Att.: Diretoria do Sisef-BA.

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO