Ponto Novo: Manifestação termina com acerto de reunião entre irrigantes, MPA, MST e secretarias do Governo

Redação: Web Interativa

Agricultores do projeto de irrigação de Ponto Novo, comerciantes, populares, membros dos movimentos sociais MPA e MST, realizaram manifestação nesta quinta-feira, (07), na barragem de Ponto Novo e estação de tratamento de água da Embasa, suspendendo os processos de captação e tratamento da água proveniente da barragem como também distribuição de água nos municípios de Ponto Novo, Filadélfia, Caldeirão Grande, Jaguarari, Andorinha, Senhor do Bonfim e Itiúba e algumas comunidades da cidade de Caém.

Os manifestantes reivindicam garantia do aporte financeiro para o pagamento das contas de energia do projeto de irrigação, aporte financeiro para operação e manutenção do projeto, automação dos lotes agrícolas do perímetro irrigado, a implantação do sistema irrigado dos 60 lotes para os movimentos sociais MST e MPA e garantia de assistência técnica para os produtores do perímetro.

Após as negociações com secretários do governo Rui Costa, a manifestação teve fim com uma reunião agendada com irrigantes, MPA, MST e Prefeitura de Ponto Novo, marcada na próxima terça-feira, (12).
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO