Ponto Novo: Por suspeita de "candidatas laranjas" em coligações, 5 vereadores podem ser cassados; saiba quem são

Foto: Felipe Fister/Web Interativa 

Redação: Web Interativa
redacao@interativapn.com

Ao menos cinco vereadores de Ponto Novo podem perder o mandato acusados de fraude nas eleições de 2016. O pedido está em duas Ações de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME), a coligação Unidos para o Progresso é acusada de fraude eleitoral ao colocar candidatas fictícias (laranjas), que tiveram zero voto (nem o próprio voto), e não tiveram movimentação financeira no período eleitoral e nem fizeram campanha.

Se a justiça julgar procedente perderão os mandatos: Reinaldo Silva (PDT), Arnobio de Bezerras (PSD), Maria Gama (PRB), Lé do Bode (PDT) e Joelma de Oliveira (PSL).
Ocupariam as vagas: Arnobio Carneiro (PT), Miguel do PT, Neuza Matos (PTB), Jeane Galega (PSDC) e Robério Santos (PRP).

Vale ressaltar que o descumprimento da cota de gênero de candidaturas femininas (de 30%) com uso de laranjas e fraudes tem sido analisado de forma rigorosa pela Justiça eleitoral em todo país.
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO