Povos de terreiros de Religião Afro dizem estar sendo atacados e pedem apoio as autoridades em Senhor do Bonfim



A Associação Povos de Terreiro de Senhor do Bonfim ainda indignada com as diversas ações de intolerância religiosa sofrida por aqueles que se auto afirmam como praticantes das religiões de Matriz Africana viemos por meio deste fazer-lhes ciente de uma atitude que está se tornando comum contra nossos terreiros.

Pessoas de outras denominações religiosas agredindo a constituição que nos garante livre culto, querem determinar quando e como nossos rituais deverão ser feitos e nos ameaçam de chamar a polícia para encerrar nossas festas religiosas acusando-nos de estar incomodando os vizinhos.

Por questões históricas que vossa senhoria já conhece nossos terreiros estão dentro da zona urbana. As nossas obrigações religiosas são realizadas ao som dos atabaques elemento ritualístico. Como é de conhecimento de todos enquanto as demais denominações religiosas cristãs realizam cultos e cerimônias praticamente todos os dias, nossos terreiros não tocam atabaque todos os dias em nenhuma dessas casas seja na sede do município ou na zona rural e distritos.

Ainda salientamos que deve ser de conhecimento do Conselho de Segurança Pública e dos chefes de polícia que
Por esse motivo pedimos as autoridades competentes que usem de todos os meios possíveis para esclarecer a comunidade quanto ao assunto.

Nossos terreiros, de modo particular os pais e mães de santo já na terceira idade sentem-se ameaçados por essa atitude.

Atenciosamente
Gilmara Cláudia Silva – secretária
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO