Escolaridade de candidatos ao governo e Senado na Bahia cai pela 2ª eleição seguida

Foto: Joílson César / Ag Haack / Bahia Notícias


Por Lucas Arraz / Jade Coelho – Bahia Notícias

Pela segunda eleição geral consecutiva o nível de escolaridade dos postulantes ao governo da Bahia e ao Senado Federal pelo estado apresentou queda. De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o número de candidatos ao cargo de governador com ensino superior completo caiu de 83%, em 2014, para 71% neste ano.

A quantidade de candidatos que anseiam por cadeiras no Senado e que possuem diploma universitário caiu de 80% para 72%. Esta redução foge ao padrão de grau de escolaridade que as candidaturas ao cargo vinham apresentando. De 1998 até 2010, foi registrado crescimento nesse quesito.

Em 2018 o número de candidatos à bancada baiana na Câmara dos Deputados com formação acadêmica representa mais da metade do total pela primeira vez desde 2002, 51%. Aqueles que frequentaram a universidade ou pelo menos iniciaram um curso superior e não chegaram a concluir representam aproximadamente 9%.

O nível de escolaridade daqueles que pretendem ocupar lugares na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) nas Eleições 2018 cresceu após uma série de recuos observados desde as eleições de 2010. Conforme os registros eleitorais feitos junto ao TSE, neste ano 43% dos postulantes concluíram o nível superior.

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO