Nova preocupação: Uso de narguilé cresce entre adolescentes; consumo é maior entre alunos de escolas


Uma pesquisa feita com estudantes de escolas públicas e privadas do Brasil demonstrou o crescimento do uso de narguilé nesse grupo de jovens. Das 54 mil entrevistas realizadas em 2015, 9% delas apontaram que alunos do 9º ano do ensino fundamental haviam fumado com o aparelho. Três anos antes, essa média era de 7%.

"É uma nova preocupação", define a diretora de Coordenação Geral de Doenças e Agravos Não Transmissíveis do Ministério da Saúde e uma das autoras do trabalho, Maria de Fátima Marinho. A amostragem também indicou que o consumo é maior em escolas particulares e nas regiões Sul e Sudeste.

Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, pesquisadores acreditam que esse crescimento representa uma ameaça à redução dos indicadores de fumo no país -- atualmente a população de fumantes é de 10%. Para a médica Tânia Cavalcanti, do Instituto Nacional do Câncer (Inca), esse consumo traz complicações para a vida do adolescente e ainda aumenta o risco de ele também se tornar um fumante de cigarros tradicionais.

Informações do O Estado de S. Paulo 
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO