Eduardo Bolsonaro diz que para fechar STF basta ‘um soldado e um cabo’

Reprodução: Facebook/ Arquivo Pessoal


Redação: Bahia.ba

Deputado federal reeleito em São Paulo com a maior votação das eleições no Brasil, Eduardo Bolsonaro (PSL) afirmou em vídeo que para acabar com o Supremo Tribunal Federal (STF) “basta um cabo e um soldado”.

Nas imagens gravadas no dia 9 de julho, antes do primeiro turno das eleições em uma palestra na cidade paranaense de Cascavel, o filho do candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, responde uma pergunta sobre a possibilidade do STF impedir a posse do pai, caso ele fosse eleito em primeiro turno.

“O STF vai ter que pagar para ver. E aí, quando ele pagar para ver, vai ser ele contra nós. Você está indo para um pensamento que muitas pessoas falam, e muito pouco pode ser dito. Mas, se o STF quiser arguir qualquer coisa – recebeu uma doação ilegal de 100 reais do ‘José da Silva’ e então impugna a candidatura dele –, eu não acho isso improvável, não. Mas aí vai ter que pagar para ver. Será que eles vão ter essa força mesmo?”

Em tom de ameaça ao Judiciário, o deputado dispara: “O pessoal até brinca lá: se quiser fechar o STF, você sabe o que você faz? Você não manda nem um jipe. Manda um soldado e um cabo. Não é querer desmerecer o soldado e o cabo, não”.

Após o vídeo repercutir nas redes sociais, o candidato Jair Bolsonaro disse em coletiva, neste domingo (21), desconhecer a gravação onde o filho faz a declaração polêmica. “Isso não existe, falar em fechar o STF. Se alguém falou em fechar o STF, precisa consultar um psiquiatra. Desconheço esse vídeo. Duvido. Alguém tirou de contexto”.

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO