Na coordenação de campanha, Wagner aponta Segurança Pública como prioridade de Haddad

Foto: Felipe Iruatã/ bahia.ba


Redação: Luís Filipe Veloso

O ex-governador da Bahia e senador eleito, Jaques Wagner, defendeu que o candidato à Presidência da República do PT, Fernando Haddad, suba o tom das propostas sobre Segurança Pública na primeira reunião de coordenação da campanha para o segundo turno contra Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo, o petista aposta que a defesa mais contundente da repressão ao crime e do endurecimento das leis, principalmente nos casos de homicídio, responde a um clamor social.

A tese de Wagner se soma ao discurso do governador reeleito do estado, Rui Costa, que chega à São Paulo nesta terça-feira (9) para integrar ao grupo de trabalho que planeja reverter a grande diferença do capitão da reserva para Haddad nos números da eleição no primeiro turno.

Rui defende, ainda, uma política de coalizão que inclui até adversários históricos do partido, como DEM e PSDB.

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO