Após polêmica, Mourão decide viajar separado de Bolsonaro



Redação: Bahia.ba

O vice-presidente eleito, Hamilton Mourão (PRTB), decidiu seguir a orientação de segurança de não viajar na mesma aeronave que Jair Bolsonaro (PSL).

Em declaração ao jornal Folha de S. Paulo, Mourão disse retornará ao Rio de Janeiro nesta quinta-feira (8) em um voo comercial.

“E será pago por mim”, disse o general.

Na terça (6), ambos voaram lado a lado em um avião da FAB (Força Aérea Brasileira), ignorando um protocolo mundial, segundo o qual não se deve transportar juntos os dois primeiros nomes da linha de sucessão presidencial.

A recomendação é feita para se evitar a deflagração de uma crise institucional caso a aeronave sofra um acidente e nenhum dos dois tripulantes sobreviva, criando incerteza sobre o comando do país.

O episódio ocorrido no início da semana, que acabou registrado em fotografia, foi criticado reservadamente tanto por integrantes das Forças Armadas como auxiliares do Palácio do Planalto.

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO