Após aprovação de projeto, APLB ameaça paralisação em 2019

Foto: Matheus Morais/Bahia.ba


Redação: Bahia.ba

O coordenador-geral da APLB, Rui Oliveira, lamentou a aprovação, na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), do projeto de lei que altera condições das gratificações recebidas pelos professores da rede estadual. Ele negou que a entidade tenha feito acordo em relação às emendas aprovadas que modificaram o texto original e ainda afirmou que a categoria pode parar no próximo ano.

“Nós tentamos conversar com os deputados e pressionamos para que o projeto fosse retirado da pauta ou discutido conosco antes, mas não compactuamos com nenhuma emenda ao projeto. Não houve nenhum tipo de acordo com a APLB-Sindicato. Nós não conseguimos acompanhar a votação. Fomos impedidos pela polícia de entrar. Devemos convocar a categoria para uma assembleia geral no início de fevereiro e é possível que o ano letivo inicie sem aulas. Somos educadores e exigimos respeito”, diz o sindicalista, em nota.

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU RECADO