Saiba como não cair no golpe do cartão durante o carnaval

Reprodução


Bárbara Nóbrega e Luciana Casemiro, da Agência O Globo

Com o carnaval batendo à porta, os foliões devem ficar atentos para não caírem em golpes durante os desfiles dos blocos. O que envolve a troca de cartões de crédito ou débito tem sido um dos mais aplicados neste ano. Em meio à multidão, quando finalmente encontrar um vendedor ou um ambulante que aceite cartão, o consumidor deve tomar medidas de segurança para evitar dor de cabeça.
No início de fevereiro, a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) emitiu um comunicado alertando para o golpe da troca do cartão, que já causava prejuízos aos foliões nos bloquinhos de pré-carnaval. O problema continua, e vários foliões vítimas da fraude já relataram esse tipo de problema nas redes sociais. A recomendação é redobrar a atenção na hora de comprar em barracas e camelôs nos blocos de rua e cancelar o cartão imediatamente, caso perceba alguma fraude.

Mas como evitar o golpe? Uma das alternativas é adesivar uma parte do cartão, de forma a identificá-lo. Porém, é preciso cuidado para não inviabilizá-lo. É importante colocar um adesivo ou uma fita colorida em uma parte que não estrague o chip e não cubra a tarja magnética.

Segundo a entidade, o golpe acontece no momento em que o cliente vai digitar a senha na maquininha. O vendedor mal-intencionado se aproveita de um momento de distração do comprador, ou usa algum truque que desvia sua atenção, para que a pessoa insira, por engano, a senha no campo destinado ao valor da compra. isso permite que o golpista tenha acesso à informação. Em seguida, o ambulante substitui o cartão por um similar. A troca só é percebida muito tempo depois, em uma nova tentativa de utilizá-lo.

Outro golpe comum nesta época do ano é o da dupla operação ou do valor errado. O bandido finge que o cartão não passou na maquininha ou alega um problema qualquer do aparelho. Em seguida, pega outro equipamento e cobra novamente o valor. O prejuízo só é percebido quando a vítima olha o extrato do banco.

Confira as dicas da Febraban para evitar os golpes:

- Nunca empreste ou entregue seu cartão a ninguém e nunca o perca de vista. Pode haver a troca sem que você perceba.

- Nunca guarde a senha com o cartão. Isso reduz o risco em casos de perda ou roubo.

- Em caso de roubo, perda ou extravio do cartão, ligue imediatamente para a central de atendimento de seu banco e solicite o cancelamento do cartão. Em caso de roubo, registre um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima.

- Tome cuidado com esbarrões ou encontros acidentais que possam levar a perder de vista, temporariamente, seu cartão magnético. Se isso ocorrer, verifique se o que está em seu poder é realmente o seu. Em caso negativo, ligue imediatamente para o banco e solicite o cancelamento do mesmo.

- Ao efetuar pagamentos com cartão, tome cuidado para que ninguém observe a digitação de sua senha.

- Solicite sempre a via do comprovante de venda e confira o valor impresso da compra.

- Cadastre-se para receber avisos por SMS ou e-mail a cada transação realizada com seu cartão, aumentando, assim, a chance de identificar uma transação fraudulenta.

- Nenhum banco envia alguém até sua residência para retirar um cartão de débito ou crédito.

- Quando for destruir um cartão, corte o chip ao meio. Mesmo com o plástico cortado, é possível fazer transações se o chip estiver intacto.

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU RECADO