Veja as principais mudanças nas regras que passam a valer já no Brasileirão

Foto: Fernando Torres / CBF

As séries A e B do Campeonato Brasileiro começam neste fim de semana já com as mudanças nas regras do futebol, estipulada pela International Football Association Board (IFAB) em março. Para os torcedores que caminham junto aos clubes, vibrando durante a competição nacional que termina somente em dezembro, algumas regras ainda podem ser desconhecidas.

Com isso, para você ficar por dentro de tudo que vai rolar no Brasileirão 2019, o Portal A Tarde lista todas as mudanças, detalhadas, das regras que entrarão em vigor a partir deste sábado, 24:

Substituição

Afim de dar dinâmica ao jogo e evitar a 'catimba', a IFAB decidiu que os jogadores substituídos passarão a ter a obrigação de deixar o campo na linha do campo mais próxima a ele, seja lateral ou de fundo. Antes os atletas, mesmo distantes, tinham que caminhar até a beira do campo na linha lateral, próximo ao 4º árbitro, para validar a substituição. O recurso muitas vezes foi usado para retardar as partidas e segurar um placar favorável.

Tiro de meta

A partir de agora, o tiro de meta não tem a obrigatoriedade de ser batido para fora da grande área, ou seja, os zagueiros podem receber um passe no tiro de meta ainda dentro da área defensiva da sua equipe. Os experimentos da IFAB ao redor do mundo apontam que, com esta medida o jogo oferece ganho de tempo e dinamismo, além de evitar a interrupção tática.

Mão na bola

Essa medida não é propriamente uma mudança da regra mas foi composta também para tornar mais rígidas as marcações de mão na bola. Gols marcados diretamente com a mão ou oportunidades de gol criadas depois de ganhar a posse da bola com a mão, mesmo que de forma acidental, não devem mais ser permitidas e a falta deve ser marcada imediatamente.

Bola ao chão

A bola ao chão será abandonada. A partir de agora, a bola não será mais colocada em disputa, mas devolvida ao último jogador que a tocou. Em lances de bola rolando e que acidentalmente toque o juíz, a redonda será devolvida ao time que a possuía. Vale ressaltar, paralisações quem ocontecem dentro da área, a bola será dada ao goleiro.

Formação de barreira

Quando houver três ou mais jogadores na formação da barreira, atletas adversários deverão estar a um metro de distância dela. Caso não respeite a exigência, o jogador que esteja a menos de um metro de distância da barreira, será penalizado.

Goleiro nos pênaltis

A mudança dos pênaltis vai para o posicionamento dos goleiros antes da cobrança. Agora precisarão ter apenas um dos pés sobre a linha. Segundo o comitê, é mais fácil identificar se há um pé sobre a marca do que dois. O goleiro, porém, não poderá ficar nem atrás nem à frente da linha. A regra prevê auxílio para a antecipação do goleiro em casos de “paradinhas”, onde o cobrador leva certa vantagem sobre o arqueiro.

Comemoração de gols

O cartão amarelo dado a um jogador por celebrar ilegalmente um gol (como tirar a camisa) será mantido mesmo que o gol venha ser anulado por qualquer motivo. Para a IFAB, a medida é uma precaução contra comemorações inapropriadas de gol, que desperdiçam tempo.

Saída de bola

O jogador que ganhou no sorteio o direito de escolher para qual lado do campo ele começa atacando, poderá agora também decidir quem começa o jogo com a posse de bola.

Paradas médicas

O juiz a partir de sábado, poderá definir entre um intervalo que varia de 90 segundos a três minutos para que os jogadores possam resfriar seus corpos por conta das condições climáticas como, por exemplo, a temperatura elevada. Ou poderá autorizar parada para a hidratação dos jogadores, mas por apenas um minuto. A distinção pode ajudar a evitar desperdício de tempo.

Camisas debaixo do uniforme

A Organização permitiu aos jogadores usarem peças de roupa embaixo da camisa do time, com mangas multicoloridas e com desenhos, se eles respeitarem as diretrizes do clube e o padrão do uniforme.

Cobrança rápida e aplicação de cartão

Os juízes não precisarão interromper uma cobrança de faltá rápida que crie chance de gol, caso tenham de aplicar um cartão amarelo ou vermelho. Ele poderá esperar o lance seguir e só depois aplicar a punição. Mas se o juiz distrair uma equipe ao iniciar o procedimento de aplicar um cartão, a cobrança rápida de falta não será permitida.

Advertência para técnicos

Com as novas regras o juíz poderá advertir o técnico com um cartão amarelo, antes da expulsão direta, como ocorre atualmente. Se as reclamações continuarem, será expulso com o cartão vermelho. “A experiência com cartões para técnicos foi bem-sucedida e revelou benefícios em todos os níveis, inclusive para jovens juízes ao lidar com ‘difíceis’ técnicos mais velhos”, diz o comitê.

As mudanças no futebol acontecem a partir de 1º de junho, alinhado ao início da temporada europeia, porém a CBF vai antecipar as novas regras para o início do Campeonato Brasileiro. Então, torcedor, agora você sabe todos os detalhes das mudanças para o futebol a partir de 2019. Pode torcer pelo seu clube de coração e dar aulas aos amigos e familiares que vão acompanhar o Brasileirão ao seu lado, seja no estádio, ou juntos no sofá da sala.

A Tarde

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário