Evangélicos salvam 16 pessoas do suicídio: acamparam na ponte

Foto: Ilana Albuquerque / PortalNoAr


Só Notícia Boa
Com informações do PortalNoAr

Um acampamento montado por um grupo de evangélicos em uma ponte já evitou pelo menos 16 casos de suicídio no Rio Grande do Norte.

O plantão começou no último dia 20 quando foi noticiado o resgate de um rapaz que tentou pular da Ponte Newton Navarro, em Natal. Ele foi arrancado do parapeito por policiais militares.

Aí, seguidores da igreja evangélica Assembleia de Deus Milagres montaram um acampamento no pé da ponte. Lá tem uma tenda para refeições e barracas para repouso dos voluntários e das pessoas que foram impedidas de se matar.



Dividido em turnos e usando radio comunicadores, o grupo se reveza para fazer plantão e impedir novas mortes.

Eles contam que agem com carinho e atenção.

“A gente chega junto, oferece ajuda, conversa, ora e acompanhamos a pessoa… um de nós ou mesmo a polícia, que passa muito por aqui, dá uma carona pra casa e entrega à família”, disse Wellington Inácio de Melo Filho, que está na ponte desde a semana passada, fazendo o trabalho de vigília.

Reforço

“Um a gente não conseguiu salvar. Ele pulou quando saímos pra comer”, contou Wellington.

Depois deste suicídio, pelo menos seis pessoas da igreja ficam no alto da ponte, 3 de cada lado, atentas a qualquer um que chegue por lá em atitude suspeita.

“Ficamos por aqui, evangelizando e prestando atenção às pessoas. Quando identificamos um possível suicida, passamos uma mensagem por rádio a alguém que está no alto da ponte, passando as características físicas e vestimentas. Carros que param lá em cima, também são abordados pelos irmãos”, explicou Elisângela Leonês, vendedora autônoma que está sendo voluntária.

A meta dos homens e mulheres que se comprometeram com o trabalho de vigília e salvamento é passar 30 dias no local.

Eles querem chamar atenção para a necessidade de vigilância 24 horas e sete dias por semana no alto da ponte Newton Navarro.

 Foto: reprodução / PortalNoAr

Ajuda

Os voluntários têm contado com a solidariedade das pessoas.

Os rádios para comunicação e uma moto para o transporte foram emprestados por empresários, para os 30 dias de vigília.

Doações de água, comida pronta e colchonetes também são necessárias.

“Seria muito bom se alguma empresa pudesse nos emprestar um banheiro químico, porque estamos tendo que ir no mato mesmo”, acrescentou Elisângela.

O assessor de comunicação da Polícia Militar do RN, disse que é um desejo antigo manter guarnição 24 horas por dia na Newton Navarro, mas falta pessoal na corporação para o serviço.

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário