MPF aponta irregularidades no transporte escolar público de 16 cidades da Bahia

(Foto: divulgação/Iveco)


Redação: Varela Notícias

O Ministério Público Federal (MPF) apontou em uma investigação que o transporte público escolar de 16 municípios do oeste baiano apresenta irregularidades. A informação foi divulgada pelo órgão na sexta-feira (1º).

Segundo o MPF, alguns problemas são ausência de adequada pesquisa de preços; contratação de prestador de serviço sem capacidade operacional; sobrepreço e superfaturamento de rotas; e utilização de veículos e motoristas em desconformidade com a legislação de trânsito.

Ainda de acordo com o MPF, as 16 prefeituras receberam recomendações no último dia 25 de janeiro e cada prefeito tem até 20 dias, a contar do recebimento, para informar se irá ou não acatar a recomendação do órgão. O prazo termina em 14 de fevereiro.

Os municípios são: Barreiras, Angical, Baianópolis, Brejolândia, Buritirama, Catolândia, Cotegipe, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães, Mansidão, Muquém de São Francisco, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, São Desidério e Wanderley.

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário