Técnico de enfermagem é preso após estuprar paciente que se recuperava de cirurgia

Foto: Reprodução/TV Globo


Redação: iBahia

Um técnico de enfermagem foi preso nesta quinta-feira (7) suspeito de estuprar de uma paciente que se recuperava de uma cirurgia em um hospital de São Paulo (SP).  À polícia, o homem contou que entrou no quatro da vítima durante a madrugada com uma seringa e mexeu no acesso. As informações são da TV Globo São Paulo.

À TV, a vítima contou o que aconteceu na madrugada do dia 15 de janeiro, após ter passado por uma cirurgia. “Ele entrou sem avisar, sem eu chamar, e já foi direto no meu acesso. Injetou uma substância que me fez apagar imediatamente”, relatou.

As câmeras de segurança do Hospital Santa Catarina, registram a entrada de Jackson Bastos dos Santos no quatro da paciente três vezes, sendo que na última delas ele estava com uma seringa na mão e demorou 12 minutos para sair do local.

Jackson foi demitido da instituição de saúde em janeiro, logo após a denúncia da vítima. As regras do hospital não permitem a entrada de funcionários homens em quarto que tenham pacientes mulheres.

A paciente contou que estava sozinha no quarto no momento do crime porque o marido ficou em casa cuidando da filha do casal. “Eu acordei de manhã muito tonta para ir ao banheiro, e lembro, claramente, dele apertando meu seio com muita força”, contou para a TV.

Foto: Reprodução/Tv Globo

A mulher denunciou o abuso sexual para a médica, as enfermeiras e para o marido que acionou a polícia. Mesmo após o procedimento cirúrgico, ela passou por exames ginecológicos e foi para a delegacia.

O suspeito contou a polícia que entrou no quatro para limpar o acesso da paciente com soro fisiológico. O laudo não comprovou conjunção carnal, o que não modifica a gravidade do depoimento da paciente, já que ela estava incapacitada de reagir ao abuso sexual, o que se configura estupro.

“Eu entendo que houve uma série de erros, sendo o primeiro deles, a falha de segurança, que permitiu que isso acontecesse”, disse Mayra Pinheiros, advogada da vítima.

Em nota enviada à TV, o Hospital Santa Catarina disse que forneceu todas as informações à vítima e que esta colaborando com as investigações. O advogado do suspeito afirmou que tudo será esclarecido em um momento oportuno.

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário