Ponto Novo: Fim das coligações proporcionais entra em vigor na próxima eleição e preocupa presidentes de siglas


Redação: Web Interativa
redacao@interativapn.com

A Reforma Política vai impactar nas Eleições Municipais de 2020 quanto à composição da Câmara de Vereadores de Ponto Novo. Até então, o cálculo do quociente eleitoral para a disputa das 11 cadeiras do parlamento municipal era feito com base em todos os votos recebidos pelos candidatos e pelos partidos que faziam parte de uma determinada coligação.

A partir do ano que vem, essa sistemática na eleição proporcional não será mais permitida. Os partidos políticos terão de indicar os candidatos individualmente para disputar os cargos eletivos, as coligações vão ser possíveis somente para os cargos majoritários, ou seja, a disputa para prefeito nas próximas eleições. Com o fim das coligações vão se eleger os candidatos mais votados dentro dos seus partidos, desde que o partido consiga atingir o quociente eleitoral.

A preocupação dos presidentes de siglas pequenas, pois os candidatos poderão ficar com receio de se filiar as pequenas siglas, como no caso das cláusulas de barreiras. Vale lembrar que apenas acabou com coligação, mas o sistema proporcional continua.

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário