Mulher receberá R$ 100 mil do governo de SP, após ter útero revistado na polícia

Foto: Reprodução/Google Maps


Redação: Varela Notícias

Uma mulher receberá R$ 100 mil do governo de São Paulo, por ter o útero revistado ao fazer uma visita a avó, em uma penitenciária da capital paulista.

O caso aconteceu em março de 2018, após o scanner corporal da Penitenciária Feminina de Sant’Ana, ter identificado algo suspeito no útero da mulher. Quatro policiais a levaram para uma sala, e chegaram a intimida-la, dizendo que ela seria detida e a filha levada para o Conselho Tutelar, caso não admitisse ter algo ilícito.

A mulher foi conduzida para um hospital, forçada a fazer exames invasivos, como toque e exame de sangue. Os resultados deram negativos para alguma substância ilícita, segundo informa a Folha de S. Paulo. Ela ainda realizou exames de tomografia, ultrassom e radiografia.

A Justiça determinou o pagamento de R$ 100 mil, sendo R$ 50 mil para mãe e mais R$ 50 mil para a criança, além dos honorários do processo.

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário