Denúncias de racismo na Bahia já podem ser feitas por telefone



As pessoas que sofrerem ou presenciarem algum caso de racismo já podem denunciar o crime por telefone. O serviço, disponibilizado pela Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), integra o calendário estadual Novembro Negro.

A ação faz parte da campanha intitulada como "Todas as Vozes contra o Racismo. Todas as leis contra os racistas", que está disponível desde quinta-feira (31). As denúncias devem ser feitas pelo telefone (71) 3117-7448, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h, e também das 14h às 18h.

Todos os casos registrados por telefone vão ser direcionados para o Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, responsável por oferecer apoio psicológico, social e jurídico às vítimas de racismo, além da intolerância religiosa.

Conforme a Sepromi, apesar de integrar as ações do Novembro Negro, o serviço vai se estender ao longo ano. A expectativa com a ação é de que a sociedade também possa participar do combate ao racismo ao denunciar os casos.

Os casos também podem ser registrados presencialmente. Para isso, é necessário que a pessoa vá até o Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, na Avenida Manoel Dias da Silva, na capital baiana.

G1/BA

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário