Na Bahia, bandidos ‘roubam’ nomes e fotos de usuários de aplicativo para aplicar golpes em contatos


Bandidos aplicaram golpes na cidade de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, usando fotos de perfis de usuários do WhatsApp, para abordar os contatos das vítimas.

A polícia acredita que as vítimas receberam uma mensagem no celular, solicitando que elas clicassem em um link e fizessem um cadastro. Esse tipo de procedimento é adotado pelos golpistas para conseguir invadir o celular e roubar todos os dados das vítimas.

A autônoma Joselina Soares não desconfiou quando uma pessoa, que estava com a foto e o nome da nutricionista dela, a chamou no aplicativo de mensagens e citou assuntos comuns as duas.
A vítima também contou que o número de contato do celular da pessoa era diferente do da vítima. Entretanto, a autônoma não prestou atenção nesse detalhe.
“Até então não percebi nada, conversei com ela, foi quando a pessoa resolveu me pedir um favor. Até aí eu falei: ‘Lógico que eu posso fazer’. Foi quando ela mandou eu fazer uma transferência e eu notei que não era com a pessoa [nutricionista] que eu estava conversando”, contou.
“Eu fui até o Instagram, comecei a conversar com a pessoa que estavam dizendo que era no WhastApp, e a pessoa verdadeira disse que não era ela e que estava sendo aplicado um golpe. Que era para eu bloquear a pessoa com quem eu estava conversando”, disse Joselina.
Logo depois, Joselina conta que descobriu que o golpista passou a usar o nome e a foto dela no perfil do Whatsapp, para pedir empréstimos a várias pessoas da sua lista de contatos.
“Essa pessoa usou a minha foto, com o meu nome e fez a mesma coisa. Eles não usam o número, só o nome e a foto do seu perfil”.
A cantora e influenciadora digital Camila Lopes também foi uma das vítimas deste golpe. Um amigo dela recebeu uma mensagem de uma pessoa se passando por ela, que dizia que teria recuperado pertences de um assalto que ele havia sofrido há alguns dias.
Camila desconfia que o criminoso usou essa desculpa para atrair o amigo dela com o objetivo de também cometer assaltos.
“Certamente para atrair as vítimas para outros crimes e aí, de imediato, percebendo isso, eu procurei a polícia, fiz queixa. As medidas legais estão sendo tomadas, e a orientação que fica é: se você receber de algum conhecido mensagens de natureza duvidosa, que gere desconfiança, onde a pessoa se oferece para devolver itens roubados ou pedem dinheiro, desconfie, não responda e procure a polícia”, disse a cantora.
A cantora revelou para todos os contatos e nas redes sociais que teve a conta hackeada. “Já informei a todo mundo que faz parte dos meus contatos, do meu convívio social, das minhas redes sociais, contatos telefônicos, grupos de WhatsApp, já avisei para um número máximo de pessoas, alertando sobre esse golpe”.
Os dois casos foram registrados no Grupo Especializado de Repressão aos Crimes por Meios Eletrônicos (GME), da Polícia Civil.
Segundo o advogado Daniel Ferreira, os casos de golpes precisam ser registrados na delegacia para serem investigados.
“As pessoas, tomando conhecimento desse golpe, devem se dirigir à delegacia mais próxima, informar qual foi a conta bancária cedida e, caso tenha havido qualquer ligação, informar ao contato telefônico”, disse o advogado. 
G1

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">