Após casamento da irmã na Bahia, Gabriela Pugliesi diz ter sintomas de coronavírus e procura atendimento

Reprodução: TV Bahia


A influencer Gabriela Pugliesi, que mora em São Paulo, postou no Instagram que foi ao Hospital Albert Einstein, na capital paulista, após ter tosse e febre, na noite de terça-feira (10). O caso aconteceu cerca de três dias após o casamento da irmã dela realizado em Itacaré, no sul da Bahia.

A irmã da influencer, Marcela Minelli, casou-se com Marcelo Bezerra no último sábado (7), no resort de luxo Txai, na cidade baiana. Segundo informações de convidados, cerca de 500 pessoas estavam na festa.

"Um monte de gente me ligando aqui. Eu nem falei nada ainda porque nem eu sei o que eu tenho. Acho que uma gripe mesmo. Não estou mais com febre, mas o resultado de coronavírus só sai amanhã. Assim que souber eu vou falar. Minha saúde é de ferro", disse Gabriela.

 Foto: Reprodução/Instagram

Ela falou que fez o teste de coronavírus e está em casa em repouso. O de H1N1, segundo ela, deu negativo. Ela ficou de atualizar os seguidores nesta quinta-feira (12).

"Tive uma febre essa noite, daí eu acordei mal e fui para o hospital. Assim que eu cheguei no hospital eu coloquei a máscara, fiz os exames de todos os vírus possíveis, para ver se tenho alguma coisa ou só uma gripe, porque baixou a imunidade teve festa de casamento, a gente bebeu pra caramba, dormi pouco, na sexta feira a gente ficou dançando a noite toda debaixo de chuva", disse a influencer.

Foto: Reprodução/Instagram

Convidados do casamento

O marido de Gabriela Pugliesi, Erasmo Viana, postou, também no Instagram, que dois convidados que estavam no casamento foram diagnosticados com coronavírus, mas não há confirmação oficial de que são dois convidados que estão com o vírus. Além disso, Erasmo não deu detalhes dos casos.

A assessoria do resort afirma que um hóspede que participou do casamento de Marcela Minelli, um homem de 26 anos, foi diagnosticado com o coronavírus, mas não se sabe se é caso suspeito ou confirmado. Não há detalhes do estado de saúde dele. O homem viajou para Aspen, nos Estados Unidos, durante o carnaval. A suspeita é que a contaminação tenha ocorrido na cidade americana.

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), informou que não há nenhum caso suspeito e nem confirmado em Itacaré, onde fica o resort. O caso desse hóspede, se de fato for confirmado, deve contabilizar em São Paulo, onde ele pode ter sido diagnosticado. A prefeitura de Itacaré também informou que não há nenhum caso suspeito no município baiano.

O resort afirma que nenhum funcionário apresentou sintomas, mas que tomou medidas profiláticas nas instalações do hotel e que todos os funcionários que trabalharam entre sexta (6) e domingo (8), período em que o hóspede esteve no local, estão sendo observados pela equipe de enfermagem do resort.

Por Lílian Marques e Maiana Belo, G1 BA

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário