UNEB inaugura novo espaço do Laboratório de Arqueologia e Paleontologia


Inauguração reuniu representantes da UNEB, EDF Renewables, municípios do Território de Identidade Piemonte Norte do Itapicuru e sociedade civil

Com salas para reserva técnica, curadoria, análise e restauro dos materiais arqueológicos encontrados, o novo espaço do Laboratório de Arqueologia e Paleontologia (LAP) do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB, “se torna um dos mais bem estruturados espaços de guarda e pesquisa de objetos arqueológicos da Bahia”, declarou a coordenadora do LAP, Cristiana Cerqueira. A inauguração realizada hoje (10) reuniu representantes da UNEB, EDF Renewables, municípios do Território de Identidade Piemonte Norte do Itapicuru e sociedade civil.



A construção do espaço foi realizada através de convênio entre a UNEB e a empresa de energia eólica, EDF Renewables, que investiu mais de R$ 240 mil na ampliação do laboratório, que conta com um espaço adicional de 215 metros quadrados. Além do investimento financeiro, a empresa doou 46 mil achados arqueológicos encontrados durante a construção dos 33 km da linha de transmissão do Parque Eólico Ventos da Bahia, localizado nos municípios de Mulungu do Morro e Cafarnaum.



“Com este novo espaço, universidade e comunidade ganham, pois favorece a realização dos estudos e a ampliação do ambiente de exposição visitado pelas escolas, gerando assim, maior interação entre a comunidade escolar e a universidade. Precisamos frisar também que nosso acervo é composto por materiais advindos de norte a sul do estado da Bahia”, afirmou Cristiana.



O CEO da EDF Renewables, Paulo Abranches, ressaltou sobre a satisfação em firmar essa parceria com a UNEB. “A nossa empresa esta muito orgulhosa de ter construído essa parceria, é um legado para essa e as próximas gerações. Precisamos olhar o passado, pois ele ensina muito do que somos e nos ajuda a preparar melhor o futuro”, afirmou Abranches.



“Essa parceria que se concretiza aqui, é o início de um novo momento, onde as relações estão sendo consolidadas de uma forma consistente e transparente, voltada para a produção de conhecimento e preservação de toda a nossa história, que permitirá que todos possam conhecer a partir do nosso trabalho arqueológico. Diante a importância desse processo, vamos trabalhar para viabilizar o curso de Arqueologia em Senhor do Bonfim”, salientou o reitor da UNEB, José Bites.



A diretora do DEDC VII da UNEB, Suzzana Alice Lima, afirmou que “Com esse novo espaço do LAP nos fortalecemos e nos colocamos como um departamento que vem avançando e qualificando a pesquisa científica. Além disso, a nossa responsabilidade com a Educação patrimonial é um muito grande, pois a memória e o patrimônio são direitos sociais, e a UNEB prioriza isso”.



O Laboratório de Arqueologia e Paleontologia (LAP)

O LAP foi criado em 2001, durante esses 19 anos, o laboratório adquiriu sede própria, equipamentos, realizou diversas pesquisas, recebeu centenas de visitantes, e agora tem seu espaço ampliado e adequado dentro das normas brasileiras para a recepção de acervos arqueológicos. “Firmando-se definitivamente no cenário estadual e junto ao IPHAN, como apto à recepção de coleções de pesquisas em Arqueologia”, frisou Cristiana.

O antigo espaço do LAP será destinado à extensão universitária e realização de exposições abertas à comunidade externa, no qual as exposições serão trocadas de acordo com as pesquisas realizadas e os acervos que o Laboratório for adquirindo. Já, a nova área será restrita aos pesquisadores para estudo dos materiais e a guarda adequada dos vestígios arqueológicos, tanto do DEDC VII quanto de instituições ao qual o LAP dá apoio. 

O LAP conta atualmente com 155.743 mil unidades de vestígios arqueológicos, sem contabilizar os achados doados pela EDF Renewables, todos estão codificados e acondicionados na reserva técnica. Possui ainda coleções de referência e coleções didáticas de arqueologia e de paleontologia que são usadas em aulas. Diante de importante acervo, este é avaliado periodicamente e passa por dedetização recorrente.

Em forma de homenagem, a nova reserva técnica recebe o nome do professor e ex-diretor do DEDC VII da UNEB, Marcos Fábio Marques, falecido em 2017. 


Lorena Simas
Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC-DEDC/ UNEB)

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário