Como recorrer ao Auxílio Emergencial negado ou com dados inconclusivos?


Se você está sem dinheiro, aguardou por muitos dias (que pareciam intermináveis) a análise dá Dataprev, e infelizmente teve o Auxílio Emergencial negado, saiba que nem tudo está perdido. Infelizmente, estão sendo relatados muitos casos de negativa para o Coronavoucher. E muitas vezes essas pessoas que tiveram um não do governo estão precisando muito do dinheiro. Mas afinal, como recorrer ao Auxílio Emergencial negado?
Antes de mais nada, é importante lembrar que a entidade responsável pela análise dos pedidos de Auxílio Emergencial é a Dataprev, empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Governo Federal, vinculada ao Ministério dá Cidadania e responsável pelos programas sociais.

Novidades no app do Auxílio Emergencial

Se você teve o recorrer ao Auxílio Emergencial negado, é possível solicitar novamente ou até mesmo contestar o resultado da análise, caso o benefício já tenha sido negado.
Desde o dia 23 já está disponível uma nova versão do aplicativo Auxílio Emergencial. Nesta nova versão, quem esqueceu de colocar alguma informação importante no cadastro, ou ainda quem inseriu alguma informação incorreta, pode corrigir.
Além disso, o aplicativo deve informar o motivo para a reprovação do benefício social, permitindo a contestação desta análise. Caso tenha ocorrido o problema de dados inconclusivos, poderá ser feita uma nova solicitação.

Como atualizar o aplicativo Auxílio Emergencial

No Android, você deve entrar no link dá Google Play Store. Já no iPhone, basta acessar a App Store.
Lá, se você não estiver com o app atualizado, você terá a opção “Atualizar”. Basta clicar nela e aguardar o download.

11,6 milhões de beneficiários precisam corrigir dados do Coronavoucher

Segundo a Dataprev, dos 32 milhões de cadastros, menos da metade deles eram de pessoas com direito a receber o benefício. Desses 32 milhões, apenas 15,2 milhões foram considerados aptos para o programa social. E veja só: 3,5 milhões de inscritos não tinham direito ao benefício.
Além disso, muitos beneficiários estão com dados inconclusivos. São 11,6 milhões de pessoas que precisa fazer uma correção cadastral, e 1,7 milhão precisam adicionar informações. Se você é uma dessas 11,6 milhões de pessoas que precisam corrigir seu cadastro, agora será aberta a oportunidade. Veja abaixo como fazer isso.

Como corrigir os dados inconclusivos no Auxílio Emergencial?

Se sua análise resultou em “Dados Inconclusivos”, isso quer dizer que os dados informados não foram suficientes para determinar se você tem direito ou não ao benefício social. Nesse caso, então é necessário refazer a solicitação. Entretanto, dessa vez preste muita atenção nas informações que você está preenchendo no app ou no site, para não errar nenhum detalhe.
A Caixa alerta que a maioria dos usuários que erraram no preenchimento de informações, acabaram tendo problemas na hora de incluir os membros da família. Atente aos dados dos seus familiares, bem como o gênero (sexo, masculino ou feminino).

Como recorrer ao Auxílio Emergencial negado

Para fazer a contestação, primeiramente você deve acessar o aplicativo ou o site do Auxílio EmergencialSe o resultado da sua análise foi “benefício não aprovado”, você terá a opção de contestar o motivo da reprovação do auxílio, ou fazer uma nova solicitação.
Lembrando que o Auxílio Emergencial é retroativo. Ou seja, se você ainda não recebeu a primeira parcela, não se preocupe, pois você receberá todas as três parcelas, assim como todos os outros beneficiários.
Seu Crédito Digital 

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">