Apenas 23 cidades baianas não têm moradores infectados pelo novo coronavírus; veja lista

Apenas 23 das 417 cidades da Bahia não aparecem na lista com infectados pelo novo coronavírus (covid-19). De acordo com a Secretária Estadual da Saúde (Sesab), até esta segunda-feira (6) foram confirmados 88.279 disgnósticos da doença e 2.168 mortes no território baiano. As confirmações ocorreram em 392 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (44,17%).
Com população estimada em pouco mais de 26 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Santana é o município mais populoso dentre os 23 que ainda não têm registros da Covid-19. Por lá, a prefeitura montou uma unidade de saúde especializada em atendimento de casos de coronavírus, no entanto, a estrutura que conta com 19 leitos ainda não foi usada por pacientes diagnosticados com a doença.
Localizada na região da Chapada Diamantina, Bonito também exibe o numeral 0 no item 'casos confirmados' de seu boletim epidemiológico. Apesar de ter moradores contaminados, a prefeitura realizou higienização nos pontos mais movimentados e implantou uma barreira sanitária na entrada da cidade.
Com pouco mais de 4 mil habitantes, a pacata Gavião também não tem casos de coronavírus, mesmo sendo atravessada pela BR-324, uma das mais movimentadas do estado. Além disso, o município está cercado por cidades repletas de casos da doença como Nova Fátima e Capim Grosso.
Apesar de aparecer no boletim da Sesab com um caso confirmado, a cidade de Mundo Novo, situada a cerca de 300 km da capital, não possui infectados pelo vírus. Segundo a gestão municipal, uma moradora do município contraiu o vírus enquanto estava internada em um hospital de Salvador e morreu em decorrência da doença no dia 14 de maio. 
De acordo com virologista Gúbio Soares, responsável pela descoberta do Zika Vírus no Brasil, a não testagem dos moradores pode está diretamente relacionada como o não aparecimento de casos nesses municípios. "O motivo dessas cidades ainda não apresentarem casos é muito relativo. Muitas vezes os moradores não foram testados ou quem teve algum sintoma, pode ter tido sintomas suaves e não procurou nenhum posto de saúde", diz.
No entanto, segundo o virologista, será inevitável a chegada do vírus nessas localidades. "A probabilidade desses municípios terem o Covid-19 existe, porque esses moradores tem parentes em outras cidades que podem viajar por uma questão de desemprego ou por necessidade de ficar perto da família. Essas cidades ainda vão ter o Covid e isso é inevitável. Tem cidades no interior da Bahia que os ônibus saem de São Paulo à noite escondido e tentam furar barreiras como já aconteceu", explica.
 
Veja a lista das cidades baianas que não possuem registros da Covid-19:


Bnews 

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">