Astrofotógrafo amador baiano registra a passagem do Comêta Neowise


O assunto da área de Astronomia nos últimos dias foi sobre a passagem do cometa C/2020 F3 Neowise que poderia ser visto a olho nu, e, pensando nisso, o jovem Alexsandro Mota que reside em um sítio próximo a sede do Distrito Bandiaçu – município de Conceição do Coité que se auto intitula como astrofotógrafo amador e não perdeu a oportunidade de registrar o raríssimo fenômeno.

Segundo Alexsandro conseguiu registrar duas fotos, uma delas como uma representatividade muito grande do sertão, já que surge sobre o mandacarú, ambas foram registradas em um espaço de dois minutos, pois as nuvens tomaram conta do céu e passaram na frente do cometa que deu hemisfério norte no começo do mês, mas ultimamente vem se distanciando do sol e perdendo seu brilho. “Essas fotos, muito além de registrar a passagem histórica do cometa, representou o nordeste mostrando o mandacaru contrastando com o objeto celeste. Afinal, o cometa vêm sendo fotografado nos mais diversos locais, agora só faltava algo genuíno do nordeste brasileiro”.relatou o astrônomo amador coiteense.

Sandro disse ainda que Foi uma verdadeira aventura registrar essas fotos, pois “pesquisei antes o local e fiquei pelo menos 3 horas no campo tentando fazer o tão sonhado registro. Usei uma câmera Canon T7i e lente 18-55mm. A foto foi feito nos arredores de Bandiaçu, em um ponto estratégico para a visualização do cometa”.

Mota disse a nossa reportagem que a órbita do Neowise é muito longa, com mais de 6800 anos de duração, enquanto a terra leva 365 dias para orbitar o sol, segundo ele “quem perdeu a oportunidade vai precisar esperar um pouquinho”, brinca.
Quem desejar sabe mais sobre as aventuras de Sandro bem como outras fotografias é só clicar aqui e visitar seu Instagram.
CN

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">