Bolsonaro tira a obrigatoriedade do uso de máscaras nos presídios

Agora, estabelecimentos também não precisarão mais ter cartazes que orientam sobre o uso correto do equipamento de proteção
O presidente Jair Bolsonaro decidiu, nesta segunda-feira 06, que máscaras não serão mais obrigatórias em presídios e em estabelecimentos de cumprimento de medidas socioeducativas. A mudança foi feita na legislação sobre uso de máscaras durante a pandemia do novo coronavírus.
GkWWpsC
Foto reprodução
O presidente também tirou a obrigatoriedade de estabelecimentos ter que fixar cartazes informando sobre o uso correto do equipamento de proteção. Na sexta-feira 3, Bolsonaro já havia feito diversos vetos ao projeto de lei aprovado pelo Congresso em 9 de junho, entre eles, dispositivos que tornavam obrigatório o uso do equipamento de proteção em igrejas, comércios e escolas.
Na justificativa do veto, o governo diz que a matéria já vem sendo regulamentada por normas do trabalho que abordam a especificidade da máscara e a necessidade de cada setor ou atividade.
Embora seja uma lei federal, os estados continuam com autonomia para estabelecer regras sobre o uso de máscaras em seus territórios. Agora, deputados e senadores devem decidir em votações se aceitam ou se derrubam os vetos de Bolsonaro.
Carta Capital

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">