Ponto Novo: Pesquisa divulgada pelo grupo de oposição é impugnada pela Justiça Eleitoral

Adelson Maia e Dr. Thiago Gilleno 


A juíza Ana Lúcia Ferreira Matos, da 149ª Zona Eleitoral de Itiúba determinou o impedimento de divulgação de pesquisa divulgada pelo grupo de oposição de Ponto Novo, que tem como pré-candidato a prefeito o Dr. Thiago Gilleno, e o ex-prefeito Adelson Maia – pré-candidato a vice.

A decisão veio após o Partido Liberal ingressar com pedido de impugnação de registro e divulgação. Na denúncia, são apontadas irregularidades como falhas no plano amostral – que apontou uma margem de erro de 4,8%, índice de desvio que implicaria em entrevista de 417 pessoas, sendo que a pesquisa apontou a entrevista de 400 pessoas – além do fato da pesquisa somente ser registrada após sua realização, o que foi apontado pelo denunciante como uma manipulação fraudulenta dos resultados.

Foto: Divulgação

A pesquisa (BA-03460/2020) realizada pela empresa Economic Cat Administração Pública, Empresarial e Marketing LTDA, que não teve números compatíveis com as urnas nas eleições de 2016 (relembre aqui), poderia ser divulgada a partir do próximo domingo (5), porém, o pedido do Partido Liberal foi deferido pela magistrada em tutela de urgência a fim de impedir a divulgação dos resultados da pesquisa até posterior deliberação.  

Confira abaixo a íntegra da decisão:





Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">