Inusitado! Família se inspira em ‘Meme do Caixão’ e faz enterro com festa

 


Meme e brasileiro são duas coisas que combinam mais que o famoso doce romeu e julieta. Você ainda tem dúvidas? Então se liga nessa história. Inspirada no famoso ‘Meme do Caixão’, que viralizou durante quarentena, uma família de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, realizou o cortejo fúnebre do patriarca com muita festa. 

Seu Milton Dias Martins, de 69 anos, que morreu vítima de cirrose hepática, teve como trilha sonora do seu enterro a mesma música do meme. Além disso, a família fez vários passinhos enquanto carregavam seu corpo no Cemitério de Maruí, no bairro Barreto, em Niterói, no último sábado (1). As imagens do momento inusitado viralizaram na web.

Um dos filhos de seu Milton, Rodrigo Lopes, compartilhou o vídeo gravado, no dia do enterro, em suas redes sociais. Na gravação, todos aparecem animados, sorridentes e realizando o último pedido do patriarca da família, que faleceu no dia 30 de julho, após ser internado no Hospital Municipal Carlos Tortelly no dia 28 de julho.

“Então está aí. Meu pai não queria ninguém chorando. Então vamos lá. Descansa em paz . Sempre te amaremos até após a morte. Amor da família é para sempre. Fica na paz de Cristo”, disse Rodrigo em seu perfil no Facebook.

   

Lila Luciene, irmã de Rodrigo, comentou na publicação do irmão e explicou que foi a forma encontrada pela família de demonstrar todo o afeto que sentiam pelo seu Milton.

“Foi difícil, mas tivemos que engolir o choro e fazer uma festa para ele do jeito que ele pediu. Foi a única forma dele sentir pela última vez nosso amor e respeito por ele!”, escreveu Lila.

Além de Rodrigo e Lila, Martins era ainda tinha mais quatro filhos: Maria Graças, André Luiz, Paulo Sérgio, César Augusto e Mônica Lopes.

O meme

(Foto: Reprodução)

O vídeo, originalmente publicado na BBC, em 2017, que mostra alguns dançarinos em volta de um caixão, virou meme e viralizou nas redes sociais, principalmente após o início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no mundo.

As imagens começaram a ser usadas para ilustrar situações do dia a dia durante a pandemia. No meme, o vídeo sempre se apresenta com situações que escondem um acontecimento incerto.

Depois de primeiros segundos, corta a cena e apresenta os verdadeiros protagonistas da história: os coveiros africanos. Voltamos à situação cômica e, como era de prever, dá errado.

Confira abaixo um compilado com algumas situações que renderam ótimos memes: 

Origem

De acordo com a rede britânica BBC, as imagem trata-se de um cortejo fúnebre que aconteceu em Gana, na África Ocidental. 

“Os carregadores de caixões eleva, o ânimo nos funerais em Gana com danças loucas. As famílias pagam cada vez mais dinheiro pelos seus serviços para que se possam despedir dos seus entes queridos desta forma”, explica um documentário da BBC. 

Segundo a Folha de S.Paulo, antes da dança viralizar, Gana já tinha fama por seus caixões ‘fantasia’, representando alguma coisa importante ou simbólica para a pessoa falecida, como carros, celulares, garrafas de Coca-Cola.

A tradição da festa na despedida foi levada da África Ocidental pelos escravos. Pode ser vista nos funerais jazz de Nova Orleãs e as cerimônias do vodu haitiano.

No entanto, devido a crise da Covid-19, cerimônias assim foram banidas e a colorida indústria funerária do país está parada.

Varela Notícias

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">