Rússia e Bahia fecham acordo para fornecer 50 milhões de doses de vacina da Covid-19

 O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) fechou uma acordo com a Secretaria de Saúde do estado da Bahia para o fornecimento de 50 milhões de doses da vacina contra a covid-19 Sputnik V.

“O fornecimento da vacina ao Brasil deverá começar em novembro de 2020, se for aprovado pelos órgãos reguladores brasileiros, que levarão em conta os resultados dos testes pós-registro da vacina”, diz o comunicado do RFPI.

O acordo bilateral permitirá no futuro efetuar o fornecimento da proteção para a doença do coronavírus em todo o território brasileiro. Serão produzidas mais de 500 milhões de doses.



O diretor-geral do RFPI, Kirill Dmitriev, declarou que há uma grande demanda pela vacina russa, em videoconferência na quinta-feira (10).

“No momento atual já temos acordos para a produção de mais de 500 milhões de doses da vacina russa por ano”, disse.

De acordo com Dmitriev, pelo menos 100 milhões de doses serão fornecidas a países da América Latina. Ele acrescentou que o RFPI, que tem financiado a produção da vacina, está aberto para novos acordos de produção do medicamento no exterior.

“Estamos abertos para a produção da vacina junto com países da América Latina. Já acordamos essa produção no Brasil e, se houver outros países que queiram produzir a vacina russa, estamos prontos para tal cooperação”, disse.

Revista Forum 

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">