Ponto Novo: Laudo Pericial não confirma atentado contra candidato a prefeito no município


O suposto atentado praticado contra o candidato a prefeito de Ponto Novo, Dr Thiago Gileno, que teve o carro atingido por disparos de arma de fogo, na noite do último sábado, na zona rural do município, ganhou mais um capítulo com a divulgação de laudo pericial realizado em Senhor do Bonfim.

Nas redes sociais, o atual prefeito, Tiago Venâncio, detalha o resultado do laudo e declara que tudo não teria passado de uma armação.

O blog teve acesso ao laudo e descreve o seu teor a seguir.

De acordo com o perito criminal Paulo Veiga Laranjeira, “considerando os disparos em que foi possível determinar a trajetória, pode-se afirmar que apenas o disparo A, atingiria possíveis ocupantes do veículo que estivessem no banco dianteiro do passageiro, a depender da posição de ajuste do banco, ou que estivessem na posição central do banco traseiro”.

No laudo, segue” por possuir mais de uma arma de fogo envolvida e ter observado direção e posição diferente para cada disparo, indica a existência de mais de um autor, ou o mesmo autor, mas em momentos diferentes, estando em distâncias diferentes do veículo denotando a improbabilidade do autor, ou autores, estar em um outro automóvel, haja vista a tendência de linearidade do movimento do veículo”.

Segundo o laudo, levando em consideração os pontos demonstrados, faz-se necessário apresentar novos elementos para determinar a autoria, modo e motivação da ação realizada contra o veículo e ocupantes, visando determinar a natureza do evento.

Ainda em sua conclusão, o perito detalha ” A partir da análise das evidências encontradas no veículo, o perito constatou que o mesmo é compatível com disparos de arma de fogo, ocorrido no sentido exterior para interior, com recenticidade aparente. Ademais, foram verificados danos em decorrência de colisão do veículo contra obstáculo em estrada que trafegava. Tais eventos podem ser independentes e não foram encontradas evidências de concomitância e contemporaneidade dos eventos entre si”


Para o perito, “Devido a não coincidência dos danos e falta de outros indícios não é possível determinar a ordem dos disparos”

O laudo segue com mais uma observação. “Foram observados projetos de três calibres diferentes, denotando o uso de três armas diferentes. As peças são comumente usadas em armas de fogo curta compatíveis com: revólveres calibre .32 S e WI, revólveres calibre.38 SPL (Como também rifles e carabinas) e pistolas 9mm Lugar. Tal fato indica a presença de um autor ou do mesmo autor efetuando disparos em momentos diferentes”.

Blog do Walterley Kuhin




Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">