PF realiza operação contra fraudes no auxílio emergencial na Bahia e outros 13 estados

Foto: Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil
 

A Polícia Federal desencadeou nesta quinta-feira (10) uma operação para combater fraudes envolvendo o auxílio emergencial na Bahia e em outros 13 estados. Estão sendo cumpridos sete mandados de prisão, 42 de busca e apreensão.

A PF também determinou o bloqueio de valores de até R$ 650 mil em diversas contas que receberam o benefício irregularmente. Segundo a PF, a operação batizada de ‘Segunda Parcela’, é a maior ação já realizada para coibir irregularidades no pagamento do benefício, que já contemplou mais de 67 milhões de pessoas no país.

Por conta da operação foram bloqueados ou cancelados os cadastramentos de mais de 3.82 milhões de pedidos irregulares. Além da Bahia, a ação ocorre nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Espírito Santo, Santa Catarina, Tocantins, Paraná, Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Maranhão, Piauí e Mato Grosso do Sul.

Participam da operação integrantes do Ministério Público Federal (MPF), além de funcionários do Ministério da Cidadania, da Caixa Econômica Federal, da Receita Federal, da Controladoria-Geral da União (CGU) e do Tribunal de Contas da União (TCU).

 

Redação: Varela Notícias

A Polícia Federal desencadeou nesta quinta-feira (10) uma operação para combater fraudes envolvendo o auxílio emergencial na Bahia e em outros 13 estados. Estão sendo cumpridos sete mandados de prisão, 42 de busca e apreensão.

A PF também determinou o bloqueio de valores de até R$ 650 mil em diversas contas que receberam o benefício irregularmente. Segundo a PF, a operação batizada de ‘Segunda Parcela’, é a maior ação já realizada para coibir irregularidades no pagamento do benefício, que já contemplou mais de 67 milhões de pessoas no país.

Por conta da operação foram bloqueados ou cancelados os cadastramentos de mais de 3.82 milhões de pedidos irregulares. Além da Bahia, a ação ocorre nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Espírito Santo, Santa Catarina, Tocantins, Paraná, Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Maranhão, Piauí e Mato Grosso do Sul.

Participam da operação integrantes do Ministério Público Federal (MPF), além de funcionários do Ministério da Cidadania, da Caixa Econômica Federal, da Receita Federal, da Controladoria-Geral da União (CGU) e do Tribunal de Contas da União (TCU).

 

Redação: Varela Notícias


Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">