Secretário confirma segunda onda na Bahia e alerta para cenário mais grave do que no pico da pandemia

Fábio Vilas-Boas diz que nas úiltimas três semanas o aumento de casos foi muito grande


O secretario de Saúde Fábio Vilas-Boas disse que a Bahia passa por uma segunda onda de contaminação do novo coronavírus. De acordo com o secretário, o aumento de novos casos nos últimos dias é ainda mais crítico do que nos meses de junho e julho, que foram o auge da doença no estado.

“Nós já estamos completando três semanas sucessivas de crescimento continuo. É possível falar de uma segunda onda e num cenário mais grave do que tivemos no pico da pandemia, o que equivale ao mês de junho de 2020. Naquela época nos tinhamos um revezamento de surtos, na capital e no interior. Nesse momento nos temos um surto geral, um aumento geral em todas as regiões da Bahia, com taxa de internação muito superiores do que tivemos no início do ano”, disse Vilas-Boas em entrevista para a Rede Bahia na manhã desta quinta-feira (3).

O boletim emitido pela Sesab ontem (2), mostra que 3.228 casos de Covid-19 foram registrados nas últimas 24 horas e o número de pessoas com a doença ativa no organismo é de 11.771 , a maior em três meses. Às 08h de hoje, a taxa de ocupação de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para adultos na Bahia, era de 72%.

Varela Notícias

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">