Caminhoneiros organizam paralisação nacional para 1º de fevereiro

Por: Gervásio Batista/Agência Brasil  Por: Léo Sousa

Entidades representantes de caminhoneiros planejam uma paralisação geral da categoria em todo o Brasil no próximo dia 1º de fevereiro. A deliberação foi aprovada em Assembleia Geral Extraordinária do Conselho Nacional de Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) em 15 de dezembro.


De acordo com o Sindicato dos Transportadores Autônomos de Bens de Feira de Santana e Região (Sintracam), a principal reivindicação da categoria é contra a alta no valor dos combustíveis, considerada abusiva.

"O preço só vai aumentando. Isso está acabando com a categoria, e encarece mais ainda o produto final ao consumidor", diz Jurair Pinheiro, diretor da entidade. 



Os caminhoneiros também pleiteam, entre outras pautas, o estabelecimento de um piso mínimo de frente para o transportador autônomo, aposentadoria especial, marco regulatório do transporte e uma fiscalização mais atuante da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Segundo o diretor do Sintracam, a orientação é que no dia 1º de fevereiro os caminhoneiros fiquem em casa. "Nas rodovias, só vai passar ônibus e carro pequeno. Caminhão não passa", diz o representante de classe.

"Seria bom que todo mundo ficasse em casa, os caminhoneiros, mas geralmente não ficam. Então a gente é obrigado a ir pra pista, fechar, fazer barricada, não tem jeito", conclui.

BNews

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">