Web Interativa - O portal de notícias da Bahia

Mulher é expulsa de parque por causa do tamanho do short

Uma mulher foi surpreendida enquanto se divertia durante passeio no parque temático Six Flags, em Oklahoma, nos Estados Unidos. Bailey Breedlove estava com sua filha de 11 anos e o namorado, quando foi abordada por guardas locais por que usava um short "curto demais".

A tatuadora chegou a escrever um relato em suas redes sociais contando o mal-estar. Ela também postou um vídeo do momento em que os guardas se aproximaram. Nas imagens ainda é possível ver sua filha chorando por conta do constrangimento pelo qual sua mãe estava passando. "Esta foi a minha experiência no Six Flags. Tentando pelo menos ter meu dinheiro de volta e deixar todos saberem sobre suas "políticas"", escreveu ela no texto.

Em seguida, ela conta sibre sua experiência: "Eu estava no seu parque em 30/04/21. Minha experiência lá foi traumatizante. Comprei bilhetes e estacionamento online, o que me custou muito dinheiro. Minha família e eu fomos recebidos em seu parque muito bem às 5 da tarde. Estávamos nos divertindo, curtindo passeios e gastando dinheiro no que pensávamos que seria um ótimo local de férias na cidade de Oklahoma. Por volta das 19h, um policial do parque gritou com minha filha por rolar colina abaixo nos calcanhares bem ao meu lado. Então ela começou a me seguir e agarrou meu braço para me virar e começou a me dizer que meu short era "muito curto"", revelou.

"Não cometi nenhum crime e comecei a andar até o meu namorado porque sou autista e tenho dificuldade em falar com os policiais. Ela me seguiu gritando e pedindo reforços. Então seu gerente incompetente apareceu e começou a me envergonhar. Disseram-me que precisava comprar shorts novos, os quais não sou obrigado a comprar nada que não queira. Então, fui ameaçado de invasão criminosa quando concordei em comprar shorts novos para que minha família pudesse aproveitar as férias. Fui então empurrada e escoltada em direção à entrada. Aceitando isso, estávamos prestes a sair e fomos impedidos por sua policial feminina de sair e ela puxou as algemas e exigiu minha identidade. Quando perguntamos a causa provável, sua resposta foi "porque eles são a polícia". Neste ponto, começamos a gravar, então temos um vídeo das táticas ilegais", informou. "Eles não nos forneceram os números do distintivo e eu estava com medo de ir para a cadeia por causa de um par de shorts. Seus policiais fizeram minha filha de 11 anos chorar histericamente, pensando que sua mãe estava prestes a ser presa. Suas políticas são vagas e confusas e a forma como você envergonha e discrimina é ilegal. Paguei muito dinheiro no seu parque pelas férias em família e acredito que mereço um reembolso pelo trauma causado à minha família por causa de um short em um dia quente", finalizou.

Revista Marie Claire

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

 

Web Interativa - O portal de notícias da Bahia