Web Interativa - O portal de notícias da Bahia

Duas pessoas são presas suspeitas de ajudar Lázaro a fugir

 

Nesta quinta-feira (24), o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, disse que duas pessoas foram presas suspeitas de ajudar Lázaro Barbosa, 32 anos, a fugir da força-tarefa. Os presos são o fazendeiro Elmi Caetano Evangelista, ex-patrão de Lázaro, e o caseiro da fazenda, Alan Reis Santana Outras pessoas estão sendo investigadas.

Elmi e Alan estão sendo autuadas em Girassol (GO) e serão levadas para Águas Lindas de Goiás. Uma delas, segundo Miranda, estaria com uma das armas que Lázaro roubou, com 50 munições, na região de Cocalzinho (GO), uma espingarda calibre 22.

“Trata-se de uma rede de psicopatas ajudando ele”, afirmou Rodney Miranda. De acordo com o secretário, só psicopatas poderiam ajudar Lázaro, que tem uma extensa ficha criminal. Para o titular da Segurança Pública de Goiás, somente essa ajuda poderia justificar o fato de o criminoso não ter sido preso até agora.

“Sabíamos que não era normal ele conseguir fugir por tanto tempo sem ajuda, sem uma rede ajudando ele”, completou. Miranda destacou que os envolvidos estão sendo ouvidos e serão autuados por porte ilegal de armas e facilitação de fuga. Dependendo das investigações, poderão ser considerados, ainda, cúmplices ou coautores dos crimes praticados por Lázaro.

“Quem facilita vida de foragido comete crime. Desconfiamos que tem outras pessoas ajudando e vamos chegar nelas. Vamos chegar a essa rede criminosa que apoia o Lázaro”, garantiu o secretário.

Não há confirmação se eles também participaram da chacina da família Vidal, no Incra 9, em Ceilândia, no dia 9 de junho. O secretário confirmou que o criminoso foi visto nesta tarde. Ele está foragido há 16 dias.

 

Por Nathália Cardim / Metrópoles


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

 

Web Interativa - O portal de notícias da Bahia