Web Interativa - O portal de notícias da Bahia

Tia de Lázaro Barbosa soube da morte dele pela televisão: 'A gente sabia o fim, mas fica abalada do mesmo jeito'


A tia de Lázaro Barbosa, criminoso que morreu após ser baleado na megaoperação de 20 dias em Goiás, contou ao G1 que ficou sabendo da morte dele pela televisão, nesta segunda-feira (28). Ela mora em Barra do Mendes, no sudoeste da Bahia, mesma cidade onde o sobrinho nasceu.

Lázaro era procurado após a morte de quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia (DF) e pela suspeita de ter assassinado um caseiro de uma fazenda no distrito de Girassol (GO), em Goiás, no começo deste mês.

Além disso, ele também havia sido condenado por assassinatos e estupros, e era considerado foragido por uma série de crimes na Bahia, no Distrito Federal e em Goiás. Lázaro morreu aos 32 anos, após ser atingido por vários disparos em Águas Lindas (GO), durante um confronto com policiais de uma força-tarefa. A polícia ainda não detalhou como o confronto aconteceu.

A tia, Zilda Maria, contou que estava em uma agência de serviços de energia elétrica, quando ficou sabendo da morte de Lázaro pela televisão. Pelo celular, ela chegou a ver vídeos em que o criminoso aparece baleado, com sangue no abdômen e rosto, sendo carregado por policiais.

"Eu estava esperando atendimento, assistindo e vi na televisão. É uma coisa que a gente tem que se conformar, mas na hora que a gente vê as imagens... Eu estou abalada. Ainda não sei como está a mãe dele, mas ela não deve estar bem. Está com o celular desligado. Eu também não estou legal com essa notícia, mas a gente tem que aguentar".

"A gente já sabia o final dele, depois de tudo isso, mas a gente fica abalada do mesmo jeito. Ele aprontou muito, cometeu crimes, mas é do nosso sangue. Em um momento da vida ele foi uma pessoa querida, então a gente sente".

Zilda disse que ainda não sabe em que cemitério a família vai enterrar o corpo, nem em que estado ele será sepultado.

"Ainda não sei como a gente vai fazer com o corpo, se vai enterrar lá ou aqui. Eu vi a imagem dele morto e na hora passou até a fome. Mas agora todo mundo vai viver em paz. Estava todo mundo com medo, até a gente aqui. Mesmo sabendo que ele não viria para cá, a gente perdia noites de sono".

Buscas por Lázaro

As buscas por Lázaro começaram no dia 9 de junho, depois da chacina de Ceilândia. Mais de 270 policiais participaram da megaoperação.

Enquanto fugia, Lázaro invadiu mais de 10 fazendas, e chegou a balear moradores, dois policiais militares e um oficial da Força Aérea Brasileira (FAB). Ele também fez uma família de refém. As vítimas – um casal e uma adolescente de 16 anos – contaram à polícia que, durante o sequestro, Lázaro exigiu que eles andassem em córrego para não deixar rastros.

Além dos crimes que cometeu, Lázaro ficou conhecido pela facilidade em se esconder por ser caçador e conhecer a região. Drones, helicópteros, cães farejadores, rádios comunicadores e um caminhão com plataforma de observação elevada de videomonitoramento ajudaram na procura.


Confira o histórico de prisões e fuga de Lázaro Barbosa:

2007: Lázaro Barbosa foi preso em Barra dos Mendes, na Bahia, acusado de duplo homicídio. Secretaria de Segurança Pública do Estado diz que ele fugiu cerca de 10 dias após a prisão e é considerado foragido desde então.

2009: Lázaro foi preso no Complexo Penitenciário da Papuda (CPP), em Brasília, suspeito de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo.

2013: Laudo psicológico feito na Papuda descreve Lázaro como “psicopata imprevisível”, com comportamento agressivo, impulsivo, instabilidade emocional e falta de controle e equilíbrio.

14 de março de 2014: Prisão de Lázaro foi convertida para regime semiaberto.

28 de março de 2016: Lázaro fugiu da cadeia.

8 março de 2018: Lázaro Barbosa foi preso em Águas Lindas de Goiás devido à três mandados de prisão por homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo, roubo e estupro.

23 de julho de 2018: Lázaro fugiu da cadeia de Goiás.

8 de abril de 2020: Ele foi indiciado pelos crimes de roubo mediante restrição da liberdade das vítimas e emprego de arma branca e por tentativa de latrocínio, pois é suspeito de invadir uma chácara em Santo Antônio do Descoberto, em Goiás, e golpear um idoso com um machado.

26 de abril de 2021: Ele invadiu uma casa no Sol Nascente (DF), quando trancou pai e filho no quarto e levou a mulher para um matagal e a estuprou.

17 de maio de 2021: Segundo a polícia, ele fez uma família refém na mesma região, ameaçando os moradores com faca e arma de fogo. Nesse crime, ele mandou as pessoas ficarem nuas e, das 19h até meia-noite, prendeu os homens no quarto e as mulheres tiveram que cozinha e servir um jantar para ele.

9 de junho de 2021: Lázaro é suspeito de invadir uma chácara no Incra 9, em Ceilândia (DF), onde teria matado a tiros e a facadas um casal e dois filhos.

9 de junho de 2021: Roubou uma chácara em Ceilândia após o assassinato da família. Ele teria rendido o caseiro, o dono da propriedade e a filha dele.

11 de junho de 2021: Lázaro fugiu para Cocalzinho de Goiás, queimou e abandonou um carro roubado usado na fuga;

12 de junho de 2021: Ele atirou em quatro pessoas, invadiu fazendas e colocou fogo em uma casa ao fugir da polícia. Os feridos foram levados a hospitais da região e dois estavam em estado grave até a terça-feira (15).

13 de junho de 2021: Furtou um carro e o abandonou na BR-070 dando sequência à fuga para uma mata.

14 de junho de 2021: Caseiro de Cocalzinho de Goiás disse à polícia que atirou em Lázaro Barbosa após ele falar que ia entrar na casa. Chacareiro relatou que ele fugiu depois de ser atingido.

15 de junho de 2021: Dois policiais militares de Goiás foram baleados durante buscas do suspeito. Delegado diz que Lázaro fez casal e adolescente reféns em Edilândia, povoado de Cocalzinho.

17 de junho de 2021: a polícia retomou as buscas em matas da região e mudou a base de operação pela segunda vez. Houve nova troca de tiros e secretário de segurança pública acredita que ele esteja ferido.

19 de junho de 2021: Cadela que atuou em Brumadinho e outros três cães farejadores chegam para ajudar nas buscas por Lázaro Barbosa.

22 de junho de 2021: Policiais retomam buscas por Lázaro e recebem rádios comunicados do Exército Brasileiro com alcance de 30km. Pela manhã, equipes periciaram um carro que foi encontrado queimado e, à tarde, um lençol e um serrote, que foram encontrados em um local onde o criminoso pode ter se abrigado, em Águas Lindas de Goiás. À noite, um novo cerco foi montado após troca de tiros entre caseiro e suposto invasor.

24 de junho de 2021: Polícia Rodoviária Federal faz barreiras nas estradas em busca do fugitivo. Dois homens suspeitos de ajudar o fugitivo foram presos.

28 de junho de 2021: Lázaro foi baleado por policiais. Ele chegou a ser colocado em uma ambulância, mas acabou morrendo.


Redação: G1 Bahia

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

 

Web Interativa - O portal de notícias da Bahia